Pensamento, Sentimento e Emoção


Muito se fala que tudo no Universo é energia; que nós somos energia condensada, etc.
No entanto, esquecem de dizer, ou não percebem, que energia não existe por si só. Energia não existe independente de cada um de nós.
Energia é o resultado de nossas atitudes mentais.
Tudo no Universo é formado por átomos e estes são formados por partículas elementares. A Física já provou que cada uma destas partículas é inteligente. E, sendo inteligentes podem ser influenciadas ou receber ordens. Mas, de onde vêem essas ordens?
É óbvio que de todos os seres mentais que povoam o Universo.
Nosso corpo é um exemplo dessa condição. Nosso Eu Superior, ou nossa mente espiritual é quem determina a aglomeração destes átomos que formam o nosso corpo conforme a necessidade de cada um, conforme aquilo que cada um acredita ser necessário para sua nova encarnação.
Então, como se costuma dizer: cuidado com o que você pensa!
Mas, o pensamento tem pouco efeito sobre a realização das coisas. Na verdade o que faz acontecer, ou concretiza fatos e produtos são o sentimento e a emoção. São estas as duas condições indispensáveis para que se consiga realizar qualquer coisa em qualquer plano da vida.
Quando o pensamento for associado a um puro e determinado sentimento e emoção, então a realização é imediata.
A esse sentimento e a essa emoção podemos chamar de crença ou fé. Embora estas duas condições tenham aspectos distintos, ambas têm poder.
A fé é a confiança absoluta, sem dúvida ou incerteza. Já a crença é formada mediante um conhecimento adquirido, e quando efetivamente forte também é realizadora.
Portanto, diferente do que muitos dizem, não atraímos nada para nós, mas sim, realizamos, construímos nossa energia, ou nos associamos a energias semelhantes já existentes, pois nada pode vir até nós se não fizer parte de nossa própria vibração.

Pense, sinta e acredite firmemente no que você deseja

Conheça nosso novo site:

Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br


PORQUE TANTAS PESSOAS ACREDITAM NO QUE AS RELIGIÕES FALAM?


PORQUE AS PESSOAS ESTÃO CADA VEZ MAIS PERDIDAS?
PORQUE BUSCAM CADA VEZ MAIS RESPOSTAS, E ESTAS MUITAS VEZES NÃO SATISFAZEM SUAS NECESSIDADES?

O Ser Humano que conhecemos hoje tem aproximadamente 250.000 anos de existência. É o Homo SapiensSapiens, ou seja, aquele que sabia quem era. Isto é, começou a ter consciência de si mesmo. Antes disso, por outros 250.000 é considerado apenas Homo Sapiens, ou, aquele cuja autoconsciência ainda não havia se desenvolvido plenamente.
E caminhando mais para trás encontraremos o Homo Erectus, com mais ou menos 1.800.000 anos; o Homeo Habilis com +- 2.000.000 de anos; até os Australopitecos com +- 4.000.000 ade anos, e estes como representantes do início da transformação dos chimpanzés em humanos.
No entanto, o Homo Sapiens, não teria se transformado no SapiensSapiens, nesse tempo, caso não tivesse recebido ajuda externa. E esta ajuda externa significa - manipulação genética extraterrestre.
Sei que este tema não é acreditado por muitas pessoas, sei que é um assunto controvertido, porém, a verdade precisa vir à Luz. Sob pena de nos mantermos mais tempo do que o necessário para conseguirmos nossa emancipação como Seres Cósmicos e Criadores de Vida.
Por isso é indispensável conhecer a história humana registrada na arqueologia e na paleontologia para que se possa levantar o Véu da Ilusão.

PORQUE TANTAS PESSOAS ACREDITAM NO QUE AS RELIGIÕES FALAM?

Por uma razão muito simples. Conforme mencionei no texto de abertura (acima) a idade do início do desenvolvimento consciente desta humanidade é muito recente, portanto, ainda existe uma grande quantidade de pessoas que não conhece a história, e, para piorar, muitas que tem esta possibilidade têm grande dificuldade em aceitá-la, pois é muito difícil deixar a "zona de conforto" em que vivem, mesmo quando esta não lhes satisfaz plenamente. Aprender dá trabalho e exige mudanças, tanto de compreensão quanto de comportamento.
A História registrada mais antiga que já foi descoberta até agora, foi encontrada na Suméria (atual Iraque), e são umas tabuletas de argila, cerca de 25.000 peças que se encontram expostas em museus da Europa, e contam como a humanidade atual teve início.
Estes documentos históricos podem explicar todas as estórias, sim estórias sem "h", que as religiões contam, porém, mostrando a verdade (até difícil de ser aceita - devido aos condiconamentos), do que realmente aconteceu.
Atualmente, existem provas científicas que mostram a presença de vida inteligente na Terra há mais de 300 milhões de anos.
A foto ao lado mostra uma sola de sapato igual as atuais, porém, foi encontrada numa rocha fossilizada do período triássico (213 a 248 milhões de anos).





Já a imagem abaixo, mostra um dedo fossilizado com idade aproximada de 110 milhões de anos.



 

Já esta esfera de metal com três sulcos paralelos em baixo relevo, foi encontrada na África do Sul num depósito mineral pré-cambriano (cerca de 2,8 bilhões de anos).

Mas, como um ser humano que só começou a pensar sobre si mesmo a 250.000 anos atrás seria capaz de fabricar uma peça de fundição como esta?

As respostas estão espalhadas por todo o nosso Planeta. As pirâmides do Egito, da China, do México. As cidades dos Incas, dos Astecas, dos Maias. Os desenhos de Nazca. A arte rupestre nas cavernas da França.
Não faltam sinais e provas da presença de vida inteligente na Terra, muito tempo antes que começassemos a existir. Então, porque não abrir a mente a estas novas oportunidades para conhecermos a nossa real história (com "h")?

O Princípio Inteligente do qual tudo provém, NÃO É DEUS.

Os "deuses" que a humanidade aprendeu a "temer" e continua temendo, são seres extraterrestres que aqui estiveram e usaram e abusaram da Terra e de nós.
Todas as representações religiosas foram formadas pela presença de homens e mulheres provenientes de outros mundos que podiam viajar pelo espaço e aqui aterrizaram com suas naves brilhantes que produziam fogo, som, luz, poeira e possuiam armas mortais. Isto está escrito em todas as tradições religiosas, incluindo a Bíblia "sagrada".
Graças ao desenvolvimento racional e tecnológico que atingimos, podemos verificar muitas coisas que a 500 ou 1000 anos atrás eram consideradas heresias e punidas com a morte mais bárbara, e imposta, justamente - por aqueles que deveriam ser os maiores protetores da vida - os integrantes da Igreja Católica (não cristã).
O raciocínio nos permitiu discutir "verdades" e perceber que haviam mentiras por trás delas. Mentiras alimentadas por interesses escusos, gananciosos que tentaram (e continuam tentando) dominar e controlar nossas mentes enquanto ainda forem muito ignorantes das outras realidades.
Ninguém conhece a realidade do Princípio de Tudo. Sempre expeculamos e imaginamos como tudo pode ter começado, isto é o que todos fazem. Mas, por outro lado, tudo que se refira a realidade material, podemos descobrir e conhecer.
O desconhecimento de outras verdades tem permitido todas as situações problemáticas em que a humanidade está envolvida e permitindo que pessoas inescrupulosas comandem nossos destinos.
Não precisamos e não dependemos de ninguém, tanto humanos terrenos quanto humanos ( ou não humanos) extraterrenos.
Somos a expressão material de nossa própria Essência da Fonte de Tudo experimentando esta condição física, e portanto, todo o poder está em cada um de nós. E por isso não podemos hipoteca-lo a ninguém mais.
Jesus disse: "todos vocês são deuses, mas não podem compreender isto ainda".
Já caminhamos mais de 2000 anos desde então, e aprendemos muita coisa. Está na hora de usarmos nossa prória "divindade", e não mais transferirmos nosso poder de realizar a quem quer que seja.
Todas as guerras e conflitos entre pessoas e nações, começam pelos conflitos que existem dentro de cada um por não saberem quem realmente são. Isso lhes permite brigar com o outro e querer eliminá-lo, sem perceber que estará eliminando a uma outra parte de si mesmo que não pode ser devidamente compreendida e aceita. Tudo obra da ignorância sobre a nossa verdadeira história.
As drogas se espalham assustadoramente por todas as partes da sociedade; a idolatria a outras pessoas, muitas vezes indignas como exemplo de qualquer coisa; a submissão a conceitos ditados por pessoas idiotas; a subserviência a normas sociais que só prejudicam a individualidade (moda, modismos, bens de consumo, estética, etc.) demonstram o quanto as pessoas não se conhecem, e assim, não se valorizam, espelhando-se em símbolos externos tantas vezes indignos.
Isto é o que estamos vivendo. Mas, já é hora de acordarmos do entorpecimento no qual estivemos prisioneiros por tanto tempo.
É o que eu lhe desejo.

Conheça nosso novo site: Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br


Nosso Corpo


O RECEPTÁCULO FÍSICO
É UMA CRIAÇÃO MARAVILHOSA

MENSAGEM DO ARCANJO MIGUEL
Canalizada por Ronna Herman
novembro de 2010

Amados mestres, à medida que vocês avançam no caminho da Iluminação, e alcançam uma melhor compreensão da lei cósmica e do funcionamento do universo, nós acolhemos com prazer a oportunidade de oferecer-lhes ocasionalmente uma melhor compreensão de alguns conceitos da Criação e da complexidade do receptáculo físico.

Portanto, gostaríamos de dar-lhes uma explicação detalhada da composição do Corpo Etérico ou Teia Etérica, e sua importância no processo de ascensão.

O Corpo Etérico ou Teia Etérica, que é muito mais sutil em substância do que o corpo terrestre, refere-se à contraparte invisível do corpo físico. O Corpo Etérico compõe-se da aura física, que transmite o estado de saúde física através de diversas cores e as distorções, ou a falta delas, no padrão da Teia Etérica.

As emoções de dor, sofrimento e ressentimento são formas pensamentos que os estão impedindo de acolher e tornar-se o Portador de Luz que vocês foram destinados a ser. O campo áurico é o campo de força eletromagnética invisível que circunda o corpo físico, e amplifica a energia, irradiando padrões de frequência vibracionais a partir de vocês.

A aura do corpo mental, dentro da Teia Etérica, é quase inexistente naqueles que estão aprisionados nas restrições da terceira dimensão e da quarta inferior, porque eles veem o mundo e os eventos através de um filtro de ilusão, criado por suas crenças, pensamentos e ações passados.
Quando se vive em um ambiente de terceira/quarta dimensões, a força dominante no corpo emocional é o plano astral. Consequentemente, a enorme maioria das pessoas está sob a influência da sua personalidade básica e do corpo de desejo egoico, que se compõe de anseios não realizados do passado, bem como de desequilíbrios emocionais e sentimentos de ser indigno e/ ou não amado.


Uma das etapas mais dramáticas do processo de ascensão é passar através das distorções do sistema de crença emocional da consciência de massa para a estabilidade, frescor e harmonia das dimensões superiores.

Nunca se esqueçam, o medo rouba o seu poder.


O sistema de crença geral da consciência de massa alimenta-se do pensamento negativo e hostil e da resistência a novos conceitos e à mudança. A maioria das massas está congelada em uma realidade de dor e sofrimento, mas tais pessoas estão pouco dispostas a cogitar novas ideias expansivas, que poderiam aliviá-las das suas prisões de limitação autoimpostas.

É extremamente importante que vocês permaneçam ancorados e equilibrados
, de maneira firme, dentro do âmbito aceitável da dualidade, enquanto atuam na realidade da terceira dimensão. Precisam também esforçar-se para estabelecer a harmonia emocional e a serenidade no mundo ilusório da quarta dimensão à medida que buscam a sabedoria, e se empenham em tornar-se adaptados ao plano mental da quinta dimensão inferior.


Precisam estar sempre alertas aos sussurros da sua Alma e do Eu Superior. É também importante que compreendam que vocês não possuem apenas um Eu Superior, mas muitos fragmentos/Centelhas do seu Eu Superior espalhados por todo o universo.
O processo de ascensão implica a progressiva integração e assimilação da próxima faceta de frequência dimensional mais elevada do Eu Superior.

Vocês estão no processo de expandir a sua Luz e a sua consciência. A transformação para a Automestria, bem como o processo de ascensão, serão muito acelerados logo que tenham expandido a conexão pessoal de Luz – um tubo etérico de Luz – que é a sua conexão central com a Divina Presença EU SOU.

Vocês estão também no processo de restabelecer a conexão com o Rio da Vida, através do Antakarana pessoal (Ponte do Arco-íris de Luz), que contém a Essência do Criador, chamada de Partículas Adamantinas. Durante as muitas eras passadas, a humanidade reduziu a conexão com o Rio da Vida/Luz de modo que, na maioria das pessoas, tornou-se apenas um fiozinho.

Cada um de vocês tem uma esfera de brilho que é produzida pelos padrões vibracionais do seu campo áurico e pela Canção da Alma.

A ascensão significa trazer o sistema total dos chackras corpóreos ao equilíbrio, o que facilitará a desobstrução, purificação e equilíbrio do Corpo Etérico/campo áurico. O objetivo é reverter o Corpo Etérico e o campo áurico ao seu perfeito Projeto Divino, que é o projeto humano para a sua forma corpórea original, chamada de Corpo de Luz Adão/Eva Kadmon.

Nós os observamos através das faixas de cores em seu sistema de corpos múltiplos: físico, mental, emocional e etérico, que foram criados por seus pensamentos, ações e obras durante as muitas existências, através das eras.

A Assinatura Energética compõe-se dos padrões de frequência vibracional que vocês emitem cotidianamente através dos seus pensamentos, ações e obras.

Ela pode variar enormemente quando vocês estão operando em um ambiente de terceira/quarta dimensões. Todavia, à medida que vocês progridem ao longo do caminho da Iluminação, a Assinatura Energética torna-se gradativamente mais harmoniosa e suave, e finalmente, torna-se uma parte permanente da Canção da Alma. O avanço da sua Alma é supervisionado pelas frequências da Canção da Alma e não por suas ações diárias.
A Canção da Alma compõe-se dos padrões vibracionais de amor incondicional, sabedoria, equilíbrio e harmonia da quarta dimensão média e superior.

Como um Mestre de Si Mesmo, sua Assinatura Energética e a Canção da Alma se fundirão em uma Mandala Celestial de som e cor, através da qual vocês serão identificados nos Reinos Superiores. Vocês são reconhecidos pelo fulgor da sua Luz interior. Quanto mais incorporar a Essência de Luz em seu recipiente físico, mais intensamente a sua aura brilhará.

O Espírito Santo, ou o seu Eu Mental Superior, é a inteligência superior perspicaz, que supervisiona e regula as infusões de Luz, e os dons do Espírito, que são distribuídos para vocês de acordo com o seu nível de consciência espiritual e suas necessidades atuais. As dispensações especiais são também supervisionadas e difundidas pelo Eu Mental Sagrado, que é o intermediário entre vocês e sua Presença EU SOU/Eu Divino.

A meditação ajuda a disciplinar a mente inferior e o ego para que vocês possam sintonizar-se de maneira consciente com as reflexões da mente superior.

É preciso ter paciência e disciplina para deter a tagarelice mental, que é a norma daqueles apartados da sua consciência superior. Nós os encorajamos a praticar a meditação ativa e passiva.

Um decreto ou uma afirmação é uma oração de poder. Deve ser uma afirmação positiva e concisa, expressa com confiança e a certeza de que irá se manifestar da forma adequada e no tempo apropriado. Se a afirmação for enviada com a intenção amorosa para o bem maior, vocês estarão alinhando o seu desejo com o do seu Eu Superior; e a lei universal garantirá que os seus pensamentos co-criadores e suas aspirações sejam combinadas com os de outras pessoas de mente semelhante. Deste modo, eles serão aumentados em força e poder.

A meditação silenciosa está escutando uma resposta do seu Eu Superior, do seu anjo guardião ou do Espírito Santo.

Lembrem-se, uma pessoa que está concentrada no Coração e Mente Sagrados pode transmitir as verdades cósmicas e os pensamentos inspirados para milhões de pessoas, enquanto as vibrações amorosas do seu campo áurico abençoam a todos com quem entrem em contato.
A serenidade e a alegria são qualidades da Alma.

O amor inteligente é a consequência de quando a Alma se torna a força dominante internamente e a personalidade egóica é trazida sob controle. Quando vocês dissolvem as membranas de Luz, que protegem a entrada da Mente Sagrada, de modo bem sucedido, vocês obtêm acesso ao seu celeiro pessoal de Sabedoria Divina.

Permitam-nos dar-lhes um resumo de alguns dos muitos sintomas da ascensão, que vocês, os iniciados no Caminho, estão vivenciando neste momento.

* Vocês descobrem que estão se retirando das atividades e eventos sociais que eram prazerosos no passado. Barulhos altos, multidões e atividades tumultuosas perturbam-nos, e vocês anseiam pelo isolamento, e talvez, a serenidade da natureza. À medida que suas frequências vibracionais se elevam e se tornam mais harmoniosas, vocês desligam-se das interações com as pessoas, eventos e lugares que emitem frequências inferiores e dissonantes. Também, progressivamente, terão cada vez menos em comum com certos amigos e parentes, sobretudo aqueles que são negativos, críticos e indelicados com os demais.

* Vocês podem ter explosões intensas de energia em que dificilmente conseguem ficar quietos, e algumas vezes podem sentir tanto a luz interna que mal sentem a sua forma corporal. Em outras ocasiões, podem se sentir tão pesados que estão quase afundando no chão e podem experimentar uma fadiga extrema. A forma física está passando por uma metamorfose intensa no nível etérico e celular, e alguns dos sintomas da transformação não são agradáveis, sobretudo para aqueles que estão vivendo em uma forma corpórea mais velha ou um tanto debilitada.

* À medida que a Kundalini (Fogo Sagrado) começa a elevar-se em sua coluna vertebral (o tubo etérico de Luz), vocês podem experimentar momentos de intenso calor interno, enquanto o seu corpo exterior sente frio e até mesmo fica pegajoso. Este é o motivo pelo qual, inicialmente, é melhor empenhar-se por uma liberação gradativa do Fogo Kundalini, armazenado no Chackra Raiz, na base da coluna vertebral, de modo que vocês possam integrar lentamente as frequências superiores da Luz Divina. Mais rapidamente e em maior quantidade não é necessariamente melhor quando vocês estão no meio de um processo transformador de ascensão.

* Para os que estão nas fases iniciais do processo, a experiência da integração das frequências purificadas de Luz não será dramática demais. Contudo, para aquelas Sementes Estelares que estão bem em seu caminho no processo de ascensão, e que concordaram em ser Servidores do Mundo, desobstruindo o caminho para os demais, pode ser um processo contínuo e formidável, à medida que eles integrarem as frequências de Luz cada vez mais elevadas para compartilhar com as outras pessoas.

* Vocês podem sentir como se estivessem em uma montanha russa emocional, enquanto vivenciam muitos altos e baixos. Estão entrando em contato e liberando muita energia impactada/padrões de frequências dissonantes, provindos de um nível celular profundo, e é importante permitir que esses sentimentos venham à tona para que possam ser transmutados na substância de Luz purificada. É importante que aprendam a tornar-se um observador do que está ocorrendo, e objetivamente vejam, processem e corrijam com paciência e compreensão amorosas o que lhes está sendo revelado.

* Seus hábitos alimentares podem mudar drasticamente. Seja o que for que escolherem comer, procurem seguir a orientação interna e acompanhem o modo como o seu corpo se sente após ingerir algo. O Corpo Elemental, ou inteligência corporal interna, está despertando, e se vocês prestarem atenção, ele vai direcioná-los para a alimentação e dieta adequadas. Lembrem-se sempre, a moderação em todas as coisas é a chave.

* Vocês podem sentir muitas dores e ter sofrimentos estranhos, para os quais não exista diagnóstico definitivo. Há muitos chakras menores e pontos de meridianos no corpo físico. À medida que as frequências superiores de Luz se esforçam para fluir por todo o corpo, elas podem encontrar resistência nesses pontos de junção críticos, que podem causar desconforto. Uma das regiões mais comuns de desconforto está na área da coluna vertebral, na parte superior das costas, entre as escápulas.

* Vocês podem sentir como se estivessem perdendo a cabeça ou pelo menos a memória. Há muitos níveis multidimensionais no cérebro, assim, à medida que vocês elevam os padrões de frequência, os níveis inferiores do cérebro serão progressivamente purificados.
Consequentemente, vocês já não precisarão ou poderão acessar muito da sua história negativa do passado, assim como grande parte das trivialidades que guardaram ali. Obterão acesso aos níveis superiores do cérebro onde habita a Mente Sagrada. A unificação entre a Mente e o Coração Sagrados é parte integrante do processo de ascensão.
Amados, vocês precisam admitir, é um momento de grande regozijo estar no veículo físico, e ainda o seu corpo estar lutando para manter o ritmo das frequências, sempre crescentes, que vocês estão integrando, a todo momento, no dia a dia.


Muitos de vocês, que não tiveram resfriados, gripes ou distúrbios intestinais durante muitos anos, estão agora experimentando esses sintomas debilitantes, e alguns perguntam: “O que estou fazendo de errado?”

Vocês não estão fazendo nada de errado, meus valentes amigos; é o que vocês estão fazendo de correto que está provocando alguns desses ataques desconfortáveis de sofrimento físico.

Reconhecemos o fato de que essas ocorrências não são agradáveis de se experimentar. Todavia, desejamos dar-lhes outra faceta da verdade para que possam ponderar.

Reiterando, muitos de vocês que estão envolvidos profundamente no processo de transformação/ascensão, estão lidando com esses sintomas desconfortáveis como uma forma de transmutar rapidamente as energias negativas no seu veículo físico. Poderiam chamar isso de uma transmutação ou um batismo de fogo, uma queima/liberação de antigos padrões de frequência para permitir que as células cristalinas superiores e mais purificadas da consciência penetrem e assumam o domínio interno.

Nem todos os vírus são ruins, nem são desconfortáveis todos os sintomas que vocês estão experimentando. Vejam-nos como meios para um fim e servindo a um propósito superior. Essas coisas, também, passarão, amados.

Pedimos-lhes para se cuidarem, para prestarem atenção como nunca antes ao seus recipientes físicos e aos sinais ou mensagens que o seu Sábio Corpo Elemental lhes envia. Como vocês usufruirão o belo mundo de amor, alegria e abundância, que estão criando, se o seu precioso veículo físico não for vibrante e saudável?

Juntem-se a nós em sua Pirâmide de Luz, amados, e deixem-nos ajudá-los a passar pelo processo com facilidade, graça e grande alegria.

Que o brilho de nosso Deus Pai/Mãe seja derramado sobre vocês e os preencham com a Luz da Vida Eterna.

Saibam que nós estamos sempre perto para guiá-los e protegê-los.

EU SOU Arcanjo Miguel.

Conheça nosso novo site:
Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br


Ho'oponopono


 
Dr. Ihaleakala Hew Len e kahuna Morrnah Simeona

O Que É o Ho’oponopono?

Eu limpo para estar na Presença de Deus. Uma vez lá, a Divindade me dará tudo que é perfeito e correto para mim. Eu só sei isso. Esta é a Meta da minha vida. Se  eu tenho qualquer meta ou objetivo, é estar na Presença de Deus.
Dr. Ihaleakala Hew Len – 23 de Janeiro, 2008

Em Havaiano, Ho’o significa “causa”, e ponopono quer dizer “perfeição”, portanto Ho’oponopono significa “corrigir um erro” ou “tornar certo”.
Você pode através desse sistema se livrar das recordações que tocam repetidamente na sua mente (aquela conversa mental interna incessante – principalmente depois de situações estressantes e desagradáveis) e encontrar a Paz.
Sem os pensamentos se repetindo, sem crenças limitadoras, sem condicionamentos, sem as lembranças dolorosas, um espaço vazio se abre dentro de você.  O Ho’oponopono lhe permite soltar estas recordações dolorosas, que são a causa de tudo que é tipo de desequilíbrios e doenças. Na medida em que a memória é limpa, pensamentos de origem Divina e Inspiração ocupam o vazio dentro de você. A única coisa que devemos fazer é limpar; limpar todas as recordações, com quatro simples frases que abrangem tudo:
Sinto muito.                Me perdoe.                Te amo.                  Sou grato.
Lembrem-se, um problema é uma memória repetindo uma experiência do passado. O Ho’oponopono é um apelo a Divindade para cancelar as memórias que estão se repetindo como problemas. O Dr. Len mantém essa frase em mente sempre; “A paz começa comigo”, é o que ele procura praticar embora ainda tropece vez ou outra.
Com o Ho’oponopono estamos assumindo a responsabilidade pelas memórias que compartilhamos com as outras pessoas. Pesquisas mostram que á todo momento existem 11 milhões de “bits” de informação em nossa volta, mas só percebemos 15 “bits”, e são em cima desses “bits” que julgamos as coisas! Portanto, não sabemos o que realmente está acontecendo. Então dizemos para a Divindade; “Se existe algo acontecendo em mim que me faça vivenciar as pessoas de determinada maneira, eu gostaria de liberar isso.” Largando de mão essa vontade de consertar as coisas, de mudar as pessoas, deixando Deus fazer, nós mudamos nosso mundo interior o que causa uma mudança também no mundo externo.
Ser 100% responsável é um caminho de pedras, por ser o intelecto tão insistente. Quando nos ocorre um problema o intelecto sempre busca alguém ou alguma coisa para culpar. Insistimos em procurar fora de nós a origem dos nossos problemas.
A kahuna* Morrnah Simeona, professora do Dr. Len, ensinava que; ”Estamos aqui somente para trazer Paz para nossa própria vida, e se trazemos a Paz para nossa vida tudo em nossa volta descobre seu próprio lugar, seu ritmo e Paz.”. Esta é a essência do processo Ho’oponopono.
*”Kahuna” em Havaiano significa “guardião do segredo”
Para aprender mais sobre o Ho’oponopono baixe o e-book Ho’oponopono grátis!

Fonte: Ho’oponopono Brasil

VIDEO: ORAÇÃO KAHUNA DO PERDÃO

A "Oração Kahuna do Perdão" é um belíssimo instrumento de meditação. Fala de um sentimento profundo e difícil de ser superado - o ressentimento. Exalta e prioriza o perdão como o caminho para a paz interior. Esta oração é dos Kahunas havaianos. Deve ser feita por 21 dias consecutivos; caso esqueça um dia, deve-se recomeçar. O 21 é considerado um número padrão para a troca de vibração. Envolva-se e leia ( ou reze) vagarosamente

LINK YOUTUBE

Conheça nosso novo site: Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br



 

Prosperidade


Os Passos para Criar a Prosperidade - Deepak Chopra

Quais são os estados de consciência, de informação e energia que dão origem à riqueza pessoal? Por conveniência e para tornar mais fácil a memorização, fiz um alista dos vinte e seis passos que nos levam à prosperidade. Sei por experiência própria que não é necessário praticar nacionalmente as atitudes que descrevo a seguir para materializar a riqueza. Esforça-se para adotar uma postura ou cultivar um estado de espírito é desnecessário e pode causar estresse e tensão. Basta saber quais são os passos e ter consciência de sua existência.
Quanto mais nos tornamos conscientes deles, mais o conhecimento se estrutura em nossa mente. Com isso as posturas e o comportamento se transformam automaticamente, sem nenhum esforço de nossa parte. O conhecimento possui um poder inerente de organização. A simples leitura desses princípios faz com que eles sejam levados à nossa consciência. O conhecimento será processado e metabolizado pelo nosso organismo e os resultados virão automaticamente. No entanto, eles não acontecem da noite para o dia, mas começam a manifestar-se pouco a pouco. Lendo diariamente esta lista ou ouvindo-a numa gravação, você verá mudanças acontecendo em sua vida e a riqueza e prosperidade chegando facilmente às suas mãos.
1 – Todas as Possibilidades, O Absoluto
A verdadeira natureza de nosso estado básico, bem como a do universo, é ser o campo de todas as possibilidades. É o que somos em nossa forma primordial: um campo de possibilidades. Partindo desse nível é possível criar qualquer coisa. O campo é nossa natureza essencial, nosso eu interior. Ele também é chamado de absoluto por gerar tudo o que existe. A prosperidade lhe é inerente, pois ela que dá origem à infinita diversidade e abundância do universo.
2 – Sempre o melhor
Evoluir significa tornar-se cada vez melhor em todos os aspectos da vida até se atingir o ponto máximo, que é ter prosperidade de tudo o que é bom. As pessoas com consciência de riqueza só almejam o que há de melhor. Então, viaje sempre de primeira classe em sua jornada pela vida e o universo responderá dando-lhe o que há de melhor.
3 – Desprendimento e Caridade
Por definição, a consciência de riqueza é um estado mental.Ter milhões guardados no banco sem viver a experiência do desprendimento e da caridade é um estado de pobreza. Se você está sempre com preocupado com quanto dinheiro vai precisar, por maior riqueza que possua, na verdade você é pobre. O desprendimento leva automaticamente à caridade e à partilha, pois ele deriva da consciência de que a fonte que dá origem a tudo é infinita, ilimitada e inesgotável.
4 – Oferta e Procura
A lei da oferta e procura è universal. Seja qual for o serviço que viemos prestar neste mundo, existe alguém precisando dele. Pergunte-se: ”Como posso servir meus semelhantes?”, “Como posso ajudar? As respostas estão em seu interior e você as descobrirá com facilidade. Lembre-se de que cada um de nós tem uma darma, um propósito na vida. Quando estamos em darma, valorizamos e amamos nosso trabalho.
5 – Espere o Melhor
A expectativa determina os resultados. Portanto, espere sempre o melhor e você receberá sempre o melhor. Alegre-se também com o sucesso dos outros, especialmente dos seus competidores e daqueles que se consideram seus inimigos. Saiba que, exultando-se com seu êxito, você estará fazendo deles seus ajudantes.
6 – A Semente do Sucesso
Em cada fracasso existe a semente do sucesso. Há um mecanismo básico envolvido na manifestação do material a partir da imaterial, do visível a partir do invisível. É o mecanismo do aperfeiçoamento. Os malogros da vida são os dentes da engrenagem da criação, que a cada passo nos conduzem para mais perto de nossas metas. Na realidade não existe o que chamamos de fracasso .Através de nossos erros aprendemos a fazer o que é certo.
7 – A Manifestação dos Desejos
Já que devemos sempre buscar o melhor, por que não adotarmos Deus como modelo? Afinal, não existe ninguém mais rico do que Ele, porque Deus é o campo de todas as possibilidades.
Existe um mecanismo preciso através do qual todos os desejos podem ser manifestados, e ele funciona em quatro etapas:
Primeira: Você entra no espaço que existe entre dois pensamentos. Esse vão é a janela, o corredor, o vórtex transformacional através do qual a mente individual se comunica com a mente cósmica.
Segunda: Nesse espaço, afirme sua intenção de atingir uma meta preestabelecida com a maior clareza possível.
Terceira: Desligue-se completamente de seu objetivo, porque apegar-se a um objeto desejado ou procurá-lo faz com que você saia do vão.
Quarta: Deixe o universo cuidar dos detalhes para a realização do desejo.
Lembre-se de que a meta está entregue ao vão. É dele a potencialidade de organizar e orquestrar todas as etapas necessárias para produzir qualquer resultado. Você deve se lembrar de alguma ocasião em que quis muito lembrar-se um nome, mas não o conseguiu, apesar de todos os esforços. Entretanto, assim que você esqueceu desse desejo, que se desapegou do objetivo desejado, o nome surgiu em sua mente como um passe de mágica. Pois esse é o mecanismo da realização de qualquer desejo. Enquanto você lutava consigo mesmo para lembra-se do nome, sua mente estava alerta, turbulenta. Por cansaço ou frustração, você acabou desistindo da luta e a mente foi se acalmando, acalmando, até quase imobilizar-se, e , sem perceber, você deslizou para o vão, onde liberou seu desejo, e logo o realizou:”Peça e receberá”e “Bata e a porta lhe será aberta”.
Um dos modos mais simples e fáceis de entrar nesse vão é praticar a meditação, e qualquer forma de meditação ou prece pode ajudá-lo a manifestar seus desejos a partir desse nível. Lembre-se, ao receber o resultado, que a gratidão e a generosidade são atributos naturais da mente voltada para a prosperidade.
8 – Felicidade para Todos
A vida evolui naturalmente em direção à felicidade. Você deve sempre se perguntar se o que esta fazendo contribui para sua felicidade e a felicidade dos que o rodeiam. Como a própria felicidade e a de nossos semelhantes é o objetivo máximo, ela também e chamada de a meta de todas as metas. Quando buscamos dinheiro, um bom relacionamento ou um excelente emprego, na verdade estamos querendo encontrar a felicidade. O grande erro que cometemos é não procurar a felicidade em primeiro lugar. Se fosse essa nossa atitude, tudo o mais viria naturalmente.
9 – Decisão e Intenção
Para conquistar riqueza ou qualquer outra coisa no universo físico, deve-se tomar a firme decisão de procurá-la. Essa decisão precisa se transformar numa intenção inflexível, da qual não existe volta. Esse objetivo definido não e abalado por desejos ou interesses conflitantes.
Quando você determinar uma meta, não enfraqueça sua intenção preocupando-se com o que deverá ser feito para que ela se realize. Esse trabalho cabe ao universo, que cuida dos pormenores, organiza e orquestra as oportunidades. Você só tem de estar alerta a essas oportunidades.
10 – Não Julgar
Julgar não leva a nada. Quando abandonamos a necessidade de estar sempre classificando as coisas como boas ou más, certas ou erradas, sentimos um silêncio maior em nossa consciência. O diálogo interior começa a silenciar quando largamos o fardo do julgamento, o que facilita o acesso ao vão entre os pensamentos. Por isso é importante nos afastarmos de definições, rótulos, descrições, interpretações, avaliações, análises e preconceitos, pois todos eles criam a turbulência que é nosso diálogo interior.
11 – O Poder Organizador do Conhecimento
O poder de organização é parte integrante do conhecimento. O conhecimento de qualquer tipo é automaticamente matabolizado pelo corpo e pela mente na ordem correta, e resulta numa mudança de percepção a partir da qual é possível criar novas realidades. Por exemplo, o conhecimento que você está adquirindo ao ler este livro criará espontaneamente as condições para a riqueza e prosperidade.
12 – Amor e Luxo
Ame-se. Ame sua família. Ame seus clientes e fregueses. Ame a todos. Ame o mundo. Não existe um poder maior do que o amor. Ame também o luxo, adote-o como estilo de vida, sabendo que ele é o estado natural do ser humano. Gostar do luxo e desejá-lo é um dos requisitos para o livre fluxo da riqueza.
13 – Motivar os Outros
Ajudar os outros a ganhar dinheiro e a realizar seus desejos é um modo infalível de garantir que você ganhará muito dinheiro e verá seus próprios sonhos tornarem-se realidade. O melhor modo de motivar os outros a auxiliá-lo na realização de seus objetivos é ajudá-los a atingir suas próprias metas.
14 – Não à negatividade
Diga não à negatividade. Um amigo me ensinou uma técnica muito simples para afastar a negatividade. Sempre que surgir um pensamento negativo, diga apenas pra si mesmo: ”Que venha o seguinte”, e continue em frente. Dizer não à negatividade também significa evitar a convivência com pessoas negativas. Estas sugam sua energia. Cerque-se sempre de amor e afeto, e não permita a criação de negatividade ao seu redor.
15 – Coexistência dos Opostos
A vida é a coexistência dos opostos. Alegria e tristeza, prazer e dor, luz e trevas, nascimento e morte. Uns não existiriam sem os outros. Vivemos as experiências deste mundo através de contrastes. Disse um sábio: ”O homem cego de nascimento nunca saberá o que é a escuridão, porque jamais conheceu a luz”. Quando existe em nossa mente a serena aceitação dessa vívida coexistência de valores opostos, tornamo-nos cada vez menos preconceituosos. O vencedor e o vencido são considerados dois pólos do mesmo ser. Quando não existem preconceitos, o diálogo interior silencia, o que abre as portas da criatividade. Lembre-se que os contatos com os seres humanos são oportunidades de evolução e realização de desejos, e só precisamos manter-nos alerta a elas, o que acontece com o aumento da percepção. A comunicação sincera e aberta libera os canais para surgimento dessas oportunidades.
16 – Um Propósito na Vida
Estamos neste mundo para realizar um propósito e devemos descobrir qual é ele, porque quando o conhecermos entenderemos que somos pura potencialidade. Descoberto nosso propósito, devemos declará-lo em termos bem simples. Por exemplo: ”Meu propósito nesta vida é curar, levar a felicidade a todos os que estão próximos de mim e criar a paz”. O conhecimento de nosso propósito abre as portas para cada campo da potencialidade pura, porque cada desejo traz em si as sementes e o mecanismo para torná-lo realidade. Um sábio védico afirma: ”Sou o incomensurável potencial de tudo o que existiu, existe e existirá, e meus desejos são como sementes atiradas ao solo; elas esperam pela estação propicia e depois espontaneamente manifestam-se em belas flores e árvores frondosas, em jardins encantados e florestas, majestosas”.
17 – Questionar
Temos de questionar os dogmas, questionar as ideologias, questionar as autoridades externas. Somente questionando o que todos aceitam como certo, o que todos acham que é verdade, é  que conseguimos despertar da hipnose do condicionamento social.
18 – Dar e Receber
Lembre–se que receber é tão necessário quanto oferecer. Receber graciosamente é uma expressão da dignidade de ofertar. Os que não conseguem receber são incapazes de dar. Dar e receber são diferentes aspectos do fluxo de energia do universo. Não se trata apenas de coisas materiais. Receber com elegância um cumprimento, um elogio ou manifestação de respeito implica na capacidade de retribuí-los. A ausência de respeito, cortesia, boas maneiras ou admiração cria um estado de pobreza, não importa quanto dinheiro se possui.
19 – Circular a Riqueza
O dinheiro é como o sangue, precisa circular. Acumular dinheiro, agarrar-se a ele, o faz sedimentar-se, espessar-se como o sangue que não pode correr livremente nas veias. O dinheiro parado é como o sangue bloqueado, cujos coágulos são muito prejudiciais. O dinheiro é uma energia que recebemos em troca dos serviços que prestamos ao universo e à humanidade, e para que continue chegando a nós temos de mantê-lo em constante circulação.
20 – Transcendência e Atemporalidade
Sem transcendência a vida não tem beleza. Para se viver plenamente é necessário ir alem de todas as fronteiras. Como disse um poeta sufi, Rumi:  ”Muito além das idéias do certo e do errado existeum campo. Nos encontraremos lá”.
Sinto que a experiência de transcendência que conquistei com prática da meditação me dá uma estabilidade e um silêncio interior que não são suplantados por qualquer outra atividade. O silêncio permanece comigo de modo que nenhuma experiência externa consegue toldar a percepção e a vivência do meu eu interior.
A percepção desejada deve ser atemporal, e não temporal. A percepção temporal ocorre quando renunciamos ao eu interior em favor da auto–imagem, da máscara social, do verniz protetor atrás do qual tentamos nos esconder. Na percepção temporal nosso comportamento é sempre influenciado pelo passado, pela preocupação e o temor do futuro. Ela fica pesada de culpa e tristeza, e está enraizada no medo. Causa desgaste, envelhecimento e morte.
A percepção atemporal, pelo contrário, é a percepção do eu interior.
O sábio védico afirma: ”Não sofro pelo passado nem temo pelo futuro porque minha vida está supremamente concentrada no presente, e as respostas a qualquer situação estão aqui mesmo”. A percepção atemporal também é chamada de estado de bem–aventurança. O eu interior não vive no reino do pensamento, ele habilita o vão, o espaço que existe entre dois pensamentos. Nele, a mente cósmica sussurra para nós, naquilo que chamamos de intuição. A percepção temporal está no intelecto: ela raciocina. A percepção atemporal está no coração: ela sente.
21 -A Unidade Por Trás da Diversidade
A consciência de unidade é um estado de iluminação em que perfuramos a máscara de ilusão  que cria fragmentação e a separação. Por trás da aparência de separação existe um campo  unificado de plenitude, onde a cena e o observador são uma só coisa.
Vivenciamos a unidade de consciência quando estamos apaixonados, quando entramos em contato com a natureza, admirando as estrelas ou caminhando na praia, ou ouvindo música, dançando, lendo poesia, orando e experimentando o silêncio da meditação.
Na unidade de consciência, nos esgueiramos pela barreira do tempo para entrarmos no parque de diversões da eternidade. Quantas vezes já dissemos algo como: “A paisagem era incrível, quase perdi o fôlego diante da beleza das montanhas. Foi como se o tempo tivesse parado”. Nesse momento você e as montanhas tornaram-se um só. Em um nível muito profundo de percepção sabemos que eu, você, as montanhas e tudo o mais somos o mesmo Ser em diferentes roupagens.
Isso é o estado de amor, não de amor como sentimento, mas como de verdade máxima no seio de toda a Criação.
22 – Valores
Sem valores, existe confusão e caos. Quando os valores se desintegram, tudo se desintegra. A saúde desaparece, a pobreza supera a prosperidade, sociedades e civilizações desmoronam. Quando prestamos atenção nos valores que a sociedade sempre considerou sagrados – verdade, integridade, honestidade, amor, fé, devoção e beleza, a ordem emerge do caos e o campo de pura potencialidade em nosso interior torna-se topo-poderoso, capaz de criar qualquer coisa que deseje.
23 – Riqueza Sem Preocupação
A consciência de riqueza implica a ausência de preocupação com o dinheiro. As pessoas realmente ricas jamais temem perder sua riqueza porque sabem que no lugar de onde ela veio existe uma fonte inesgotável de dinheiro. Certa vez, quando conversávamos sobre um projeto sobre a paz mundial como o mestre Maharishi Mahesh Yogi, alguém lhe perguntou: ”E de onde virá todo esse dinheiro?” Ao que ele respondeu sem hesitação: “De onde quer que ele esteja neste momento”.
24 – Gratidão
Lembre-se sempre de externar seu sincero apreço e gratidão a todos os que o ajudam. Tenha em mente, contudo, que esse apreço não deve jamais ser fingido. A expressão da gratidão é uma força poderosa que gera muito mais do que já recebemos.
25 – Vigor Juvenil
Vivenciamos a saúde quando nos identificamos com o que vem do eu interior. Quando nos identificamos com coisas, sejam situações, circunstâncias, pessoas ou objetos, estamos entregando parte de nossa energia a elas. O resultado é a falta de energia e de vitalidade. Quando nos identificamos com o eu interior, matemos toda nossa energia e nos sentimos dispostos, fortes e cheios de vigor juvenil.
26 – Gosto pela Vida
Devemos ter gosto pela vida, o que significa apreciar toda sua exuberância e saber que existe uma única vida sob incontáveis formas. Conhecer essa vida significa saber que o poder está no momento presente, que eu sou ela, que você é ela, que tudo isso é ela e ela é tudo que existe. Rabindranath Tagore, o poeta indiano, disse: ”O mesmo rio que corre pelo mundo corre constantemente pelas minhas veias e baila ao som de sua própria música. É a mesma vida que grita de alegria, perfurando a terra com incontáveis laminas de relva, e explode em agitadas ondas de flores”. Ele chamou isso “o palpitar das eras, dançando em meu sangue neste exato momento”. Ter o gosto pela vida é entrar em contato com essa dança, é enfrentar o que vem pela frente com despreocupação e liberdade. O desconhecido é o campo de todas as possibilidades que existe em cada instante. Nele encontramos liberdade, vamos além dos condicionamentos do passado e muito além da prisão do espaço e do tempo. Como disse Dom Juan a Carlos Castañeda: ”Não importa qual seja nosso destino especifico, desde que enfrentemos com máximo de abandono”. Isso é desprendimento. Isso é alegria. Isso é liberdade, gosto pela vida. Bem, aí foram eles. Vinte e seis passos para conquistarmos riqueza ilimitada, vinte e seis passos para a prosperidade. Repito que você não precisa cultivar racionalmente essas atitudes e atributos. Basta ter consciência deles. Leia-os diariamente ou faça uma gravação em fita e ouça-os, e você verá sua vida mudar e tornar-se uma manifestação de prosperidade, abundância, infinidade e imortalidade. Crie toda a riqueza que seu coração desejar. Realize todos os desejos matérias e imateriais que você possa ter. Crie a riqueza e gaste-a com prodigalidade, depois reparta-a com os outros. Dê riqueza a seus filhos, familiares, parentes, amigos, à sociedade e ao mundo. Lembre-se de que a riqueza pertence ao universo, e não a nós -nós pertencemos a ela. Somos filhos privilegiados do universo e ele escolheu repartir sua fortuna conosco. Basta dirigirmos nossa atenção para prosperidade e ela será nossa. Disse um grande sábio indiano: ”Você está onde sua atenção o leva. De fato, você é sua atenção. Se ela se divide, você se divide. Quando sua atenção está no passado, você está no passado. Mas quando sua atenção está no momento presente você está na presença de Deus e Deus está presente em você”. Portanto, tenha consciência apenas do momento presente, do que você está fazendo agora. Deus está em todos os lugares e para sentir sua presença você só precisa abraçá-lo conscientemente com sua atenção.

Conheça nosso novo site:  Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br


O Poder do Ego


O primeiro ponto a ser compreendido é o ego.

Uma criança nasce sem qualquer conhecimento, sem qualquer consciência de seu próprio eu.

A primeira coisa da qual ela se torna consciente não é ela mesma: se torna consciente do outro.

O nascimento é isso: significa vir a este mundo, o mundo exterior.

É desta maneira que a criança cresce. Primeiro ela se torna consciente do você, do tu, do outro, e então, pouco a pouco, contrastando com você, tu, ela se torna consciente de si mesma.

Essa consciência é uma consciência refletida. Ela não está consciente de quem ela é. Ela está simplesmente consciente da mãe e do que esta pensa a seu respeito. Se a mãe sorri, se ela aprecia a criança, se diz: "Você é bonita", se ela a abraça e a beija, a criança sente-se bem a respeito de si mesma. Agora um ego está nascendo. Através da apreciação, do amor, do cuidado, ela sente que é boa, ela sente que tem valor, ela sente que tem importância. Um centro está nascendo. Mas esse centro é um centro refletido. Ele não é o ser verdadeiro. A criança não sabe quem ela é; ela simplesmente sabe o que os outros pensam a seu respeito.

E esse é o Ego: o reflexo, aquilo que os outros pensam. Se ninguém pensa que ela tem alguma utilidade, se ninguém a aprecia, se ninguém lhe sorri, então, também, um ego nasce - um ego doente, triste, rejeitado, como uma ferida; sentindo-se inferior, sem valor. Isso também é o ego. Isso também é um reflexo.

Primeiro a mãe - e mãe, no início, significa o mundo. Depois os outros se juntarão à mãe, e o mundo irá crescendo. E quanto mais o mundo cresce, mais complexo o ego se torna, porque muitas opiniões dos outros são refletidas.

O ego é um fenômeno acumulativo, um subproduto do viver com os outros. Se uma criança vive totalmente sozinha, ela nunca chegará a desenvolver um ego. Mas isso não vai ajudar. Ela permanecerá como um animal. Isso não significa que ela virá a conhecer o seu verdadeiro eu, não.

O Verdadeiro pode ser conhecido somente através do falso, portanto, o ego é uma necessidade. Temos de passar por ele. Ele é uma disciplina. O verdadeiro pode ser conhecido somente através da ilusão. Você não pode conhecer a verdade diretamente. Primeiro você tem que conhecer aquilo que não é verdadeiro; o que é falso. Através desse encontro, você se torna capaz de conhecer a verdade.

Se você conhece o falso como falso (torna-se consciente), a verdade nascerá em você.
O ego é uma necessidade; é uma necessidade social, é um subproduto social.

A sociedade é tudo, menos você. E todos refletem. Você irá para a escola e o professor refletirá quem você é. Você fará amizade com outras crianças e elas refletirão quem você é. Pouco a pouco, todos estão adicionando algo ao seu ego, e todos estão tentando modificá-lo, de tal forma que você não se torne um problema para a sociedade. Eles não estão interessados em você, mas sim, na sociedade. Eles não estão interessados no fato de que você deveria se tornar um conhecedor de si mesmo. Interessa-lhes que você se torne uma peça eficiente no mecanismo da sociedade.

Você deveria ajustar-se ao padrão. Assim, estão tentando dar-lhe um ego que se ajuste à sociedade. Ensinam-lhe a moralidade, que significa dar-lhe um ego que se ajustará à sociedade. Se você for imoral, você será sempre um desajustado em um lugar ou outro. A sociedade não se preocupa com moralidade. Moralidade significa simplesmente que você deve se ajustar à sociedade. A moralidade é uma política social. É diplomacia. E toda criança deve ser educada de tal forma que ela se ajuste à sociedade; e isso é tudo, porque a sociedade está interessada em membros eficientes. A sociedade não está interessada no fato de que você deveria chegar ao auto-conhecimento (ao conhecimento do Ser Divino que você é!). A sociedade cria um ego porque o ego pode ser controlado e manipulado. O Eu nunca pode ser controlado e manipulado.

A criança necessita de um centro; a criança está absolutamente inconsciente de seu próprio centro. A sociedade lhe dá um centro e a criança pouco a pouco fica convencida de que este é o seu centro, o ego dado pela sociedade. O ego está sempre abalado, sempre à procura de alimento, de alguém que o aprecie. É por isso que você está continuamente pedindo atenção. Você obtém dos outros a idéia de quem você é. Não é uma experiência direta. Eles modelam o seu centro. Esse centro é falso, porque você contém o seu centro verdadeiro; ninguém o modela, você vem com ele, nasce com ele. Assim, você tem dois centros. Um centro com o qual você vem, que lhe é dado pela própria vida. Este é o Eu. E o outro centro, que é criado pela sociedade - o ego. Ele é algo falso - e é um grande truque. Através do ego a sociedade está controlando você. Você tem que se comportar de uma certa maneira, porque somente então a sociedade o aprecia. Você tem que caminhar de uma certa maneira; você tem que rir de uma certa maneira; você tem que seguir determinadas condutas, uma moralidade, um código. Somente então a sociedade o apreciará, e se ela não o fizer, o seu ego ficará abalado. E quando o ego fica abalado, você já não sabe onde está, quem você é.Os outros deram-lhe a idéia. Essa idéia é o ego. Tente entendê-lo o mais profundamente possível, porque ele tem que ser jogado fora ou nunca será capaz de alcançar o Eu. Por estar condicionado, no centro, você não pode se mover, e você não pode olhar para o Eu.

Haverá um período intermediário, um intervalo, quando o ego estará despedaçado, quando você não saberá quem você é, quando você não saberá para onde está indo, quando todos os limites se dissolverão. Você estará simplesmente confuso, um caos. Devido a esse caos, você tem medo de perder o ego. Mas tem que ser assim. Temos que passar através do caos antes de atingir o centro verdadeiro. E se você for ousado, o período será curto. Se você for medroso e novamente cair no ego, e novamente começar a ajeitá-lo, então, o período pode ser muito, muito longo; muitas vidas podem ser desperdiçadas.

Precisamos ser ousados, corajosos, dar um passo para o desconhecido. Por um certo tempo, todos os limites ficarão perdidos. Por um certo tempo, você vai sentir-se atordoado. Por um certo tempo, você vai sentir-se muito amedrontado e abalado, como se tivesse havido um terremoto.

Mas se você for corajoso e não voltar a trás, se você não voltar a cair no ego, mas for sempre em frente, existe um centro oculto dentro de você, um centro que você tem carregado por muitas vidas. Uma vez que você se aproxime dele, tudo muda, tudo volta a se assentar novamente. Mas agora esse assentamento não é feito pela sociedade. Agora, tudo se torna um cosmos e não um caos; nasce uma nova ordem; não é a ordem da sociedade - é a própria ordem da vida. Não é feita pelo homem. É a própria ordem da vida. Então, de repente, tudo volta a ficar belo, e pela primeira vez, realmente belo, porque as coisas feitas pelo homem não podem ser belas. No máximo você pode esconder a feiúra delas, isso é tudo. Você pode enfeitá-las, mas elas nunca podem ser belas.

A diferença é a mesma que existe entre uma flor verdadeira e uma flor de plástico ou de papel. O ego é uma flor de plástico, morta. Não é uma flor, apenas parece com uma flor. E essa coisa de plástico é apenas uma coisa e não um florescer. Ela está morta. Não há vida nela. Você tem um centro que floresce dentro de você. Por isso os hindus o chamam de lótus - é um florescer. Chamam-no de o lótus das mil pétalas. Mil significa infinitas pétalas. O centro floresce continuamente, nunca para, nunca morre. Mas você está satisfeito com um ego de plástico. O ego tem uma certa qualidade - ele está morto. É de plástico e é muito fácil obtê-lo, porque os outros o dão a você (doações de fora). Você não o precisa procurar; a busca não é necessária para ele. Por isso, a menos que você se torne um buscador à procura do desconhecido, você ainda não terá se tornado um indivíduo. Você será simplesmente uma parte da multidão.

Você é apenas uma turba (uma multidão em desordem).

Quando você não tem um centro autêntico como você pode ser um indivíduo?

O ego não é individual: é um fenômeno social, não é você. Mas ele lhe dá um papel na sociedade, uma posição na sociedade. E se você ficar satisfeito com ele, você perderá toda a oportunidade de encontrar o Eu. E por isso você é tão infeliz. Com uma vida de plástico, como você pode ser feliz?

Com uma vida falsa, como você pode ser extático e bem-aventurado? E esse ego cria muitos tormentos, milhões deles. Sempre que você estiver sofrendo, tente simplesmente observar e analisar, e você descobrirá que, em algum lugar, o ego é a causa do sofrimento. E o ego continua encontrando motivos para sofrer. O ego entra em conflito com outros continuamente porque cada ego está extremamente inseguro de si mesmo. Tem que estar - ele é uma coisa falsa. Quando você nada tem nas mãos, mas acredita ter algo, então haverá um problema. Se alguém disser: "Não há nada", imediatamente começa a briga porque você também sente que não há nada. O outro o torna consciente desse fato. O ego é falso, ele não é nada. E você também sabe isso - você, como um ser consciente, não pode deixar de saber que o ego é simplesmente falso. Uma pessoa que alcança a consciência do Eu nunca se encontra em conflito algum. Outras podem vir e entrar em choque com ele, mas ele nunca está em conflito com ninguém.

Somente uma coisa é necessária: simplesmente observar e ver que o ego é a origem de toda a infelicidade. Apenas, aquiete-se e observe. Você tem que chegar a esse entendimento. Sempre que você estiver infeliz, apenas feche os olhos e não tente encontrar alguma causa externa. Tente perceber de onde está vindo essa miséria: ela está vindo do seu próprio ego. Se você continuamente percebe e compreende, e a compreensão de que o ego é a causa chega a se tornar profundamente enraizada, um dia você repentinamente verá que ele desapareceu.

Ninguém o abandona - ninguém o pode abandonar. Você simplesmente vê; ele simplesmente desapareceu, porque a própria compreensão de que o ego é a causa de toda infelicidade, se torna o abandonar. A própria compreensão significa o desaparecimento do ego.

É difícil ver o próprio ego. É muito fácil ver o ego dos outros. Mas esse não é o ponto, você não os pode ajudar. Tente ver o seu próprio ego. Simplesmente aquiete-se e o observe. Não tenha pressa de o abandonar, simplesmente o observe. Quanto mais você observa, mais capaz você se torna.

De repente, um dia, você simplesmente percebe que ele desapareceu. E quando ele desaparece por si mesmo, somente então ele realmente desaparece. Não existe outra maneira.

Você não o pode abandonar prematuramente.

Ele cai exatamente como uma folha seca.

A árvore não está fazendo nada - apenas uma brisa, uma situação, e a folha seca simplesmente cai. A árvore nem mesmo percebe que a folha seca caiu. Ela não faz qualquer barulho, ela não faz qualquer anúncio - nada.

A folha seca simplesmente cai e se despedaça no chão, apenas isso.

Quando você tiver amadurecido através da compreensão, da consciência, e tiver sentido com totalidade que o ego é a causa de toda a sua infelicidade, um, dia você simplesmente vê a folha seca caindo.

Ela pousa no chão e morre por si mesma. Você não fez nada, portanto você não pode afirmar que você a deixou cair. Você vê que ela simplesmente desapareceu, e então o verdadeiro centro surge. E este centro verdadeiro é a alma, o Eu, o deus, a verdade, ou como o quiser chamar.

Ele é inominável, assim, todos os nomes são bons.

Você pode lhe dar qualquer nome, aquele que preferir.

Por isso: AQUIETA-TE E SABE!


Conheça nosso novo site: Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br