CUIDADO: seu médico pode estar lhe matando





Em entrevista publicada na Revista Época, ediçăo de 13 de julho de 2007, o Dr. Peter Rost, entăo vice-presidente executivo da indústria farmacêutica Pfizer, uma das maiores produtoras de medicamentos dos EUA, alerta que o povo confia demais nos médicos e năo sabem que por intermédio deles estăo sendo envenenados pelos Laboratórios. Segundo o empresário sueco, "os Laboratórios năo têm interesse em desenvolver medicamentos que possam acabar com doenças, e sim, pelo contrário, produzem drogas visando gerar outras enfermidades mediante os efeitos colaterais. Em suma, os Laboratórios năo estăo pensando em beneficiar os pacientes da Medicina, mas, sim, gerar receitas, e faturar alto, lucrando com a doença do povo”.

Diz mais,  que os laboratórios se escondem sob a capa da ciência para produzir “medicamentos assassinos” e “armas biológicas” de destruiçăo em massa. Ele lançou recentemente um livro intitulado “Killer Drug” (Remédios Assassinos) onde faz uma série de denúncias contra a “máfia branca dos laboratórios” e contra os chamados “cartéis de medicamentos” atualmente apoiado, defendido e protegido pelos governantes do mundo inteiro, como também pelo Estado, pela política e pelas instituiçőes religiosas de um modo geral.

Corporativismo médico-religioso      O Brasil está sendo visto atualmente pela indústria farmacêutica internacional como um mercado pequeno. Dados revelam que atualmente, com o crescimento da Medicina Holística que, em lugar de drogas, os terapeutas da saúde indicam ou aplicam terapias naturais, os Laboratórios e os próprios médicos estăo se sentindo ameaçados, uma vez que 80% do povo brasileiro já fazem opçăo pelos tratamentos alternativos, e apenas 20% continuam consumindo drogas farmacológicas. Contudo, as drogas continuam sendo um grande negócio!

A opçăo do povo brasileiro para com a Medicina Alternativa tem preocupando a classe médica que vem buscando, através dos Conselhos Regionais e de órgăos médicos internacionais, apoio e ajuda das instituiçőes que manipulam a religiăo. Com isso, as corporaçőes religiosas, através de suas Associaçőes e Uniőes, vem publicando Votos Sobre Saúde, numa confirmaçăo de que se uniram aos Laboratórios em defesa da prática médica, em oposiçăo às terapias naturais da chamada Medicina Alternativa.

Os pastores evangélicos, em particular os adventistas, săo doutrinados para defender a ciência médica e proteger a profissăo do médico incluindo os chamados “cartéis de medicamentos”. Os ministros saem das escolas de teologia falando a mesma linguagem do médico comum. Nas escolas de teologia eles săo treinados para defender o diploma de médico, o corporativismo e a reserva de mercado, ao mesmo tempo em que se declaram contra as terapias naturais e a homeopatia, além da acupuntura e a iridologia, dizendo serem métodos de tratamento que năo merecem crédito por năo terem “embasamento científico”.

Isto acontece porque a instituiçăo religiosa está comprometida com a Medicina oriunda da Mesopotâmia que se desenvolveu no Egito. Através da Universidade de Loma Linda, situada ao sul da Califórnia (EUA), a igreja adventista representa o quarto maior centro de formaçăo de médicos alopatas do mundo.

Advertência     “Năo podemos confiar nos Laboratórios, porque a principal  preocupaçăo da ciência médica é ganhar dinheiro. As pessoas têm que se conscientizar disso” – observa Dr. Rost. E recomenda ainda: “cobrem uma posiçăo clara de seu médico, dizendo que năo pretendem continuar tomando drogas. O povo precisa de um regime dietético apropriado, e năo de drogas venenosas. O médico que receita muita droga năo é confiável por seguir as regras da indústria farmacęutica. Eles receitam os medicamentos do Laboratório que lhes dá mais vantagens, como presentes ou viagens com hospedagem e tudo pago. 

“É uma situaçăo difícil para o paciente (que, por certo, está servindo de cobaia). Por isso, é importante procurar mais de um médico para opinar sobre uma doença, e checar se ele é ligado à máfia da indústria farmacêutica. Como saber? – Verifique quantas amostras grátis ou brindes ele tem em seu consultório. Se houver mais de cinco, é mau sinal”. 

Esta é a dica para evitar que seu médico lhe mate envenenado! – Assina: Dr. Peter Rost

Conheça nosso novo site:
Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br

Uma Mensagem de Esperança

Este vídeo passa uma mensagem muito importante.




Conheça nosso novo site: Vida Sem Segredos - www.gustavomeyercoach.com.br


Por que Vivemos?



Vou contar-lhe por que vivemos.
             
Ao longo de toda a nossa história de existências neste lindo planeta azul, estivemos envolvidos por muita ignorância, principalmente, da nossa origem.
             
A proposta da existência neste universo físico, seja lá em que ponto for, obedece a uma única e exclusiva razão – adquirir um conhecimento que não tínhamos.
           
Há muito ouvimos e dizemos que somos Espíritos eternos vivendo uma experiência humana. Mas, para que? Para adquirir um conhecimento que até então não tínhamos. Como Espíritos, nunca tínhamos vivido uma aventura tão louca quanto esta.
            
 Por isso vivemos. Nada mais e nada menos.
            
 No entanto, o grande fator dificultador de tudo, que gerou e tem mantido tantos e tantos problemas, na vida de todos, foi a ignorância total da nossa verdadeira Natureza e Essência.
             
Sempre se falou, embora nada stenha sido compreendido sobre a nossa Natureza Divina. A crença maior é de que somos todos “filhos de Deus”. E aqui começam todos os problemas que o ser humano tem enfrentado.
             
Pois saiba que não somos “filhos de Deus”, suas criaturas, ou criações; não.
             
Somos O Próprio Deus.
             
Calma.
             
Para os mais religiosos e temerosos da “ira divina”, isto é um absurdo; e é aí que mora a ignorância produtora de todos os problemas. Mesmo os que buscam conhecer a Verdade, o temor a Deus os tem impedido de encontra-la.
            
 Essa crença na punição divina é muito antiga, e de difícil transmutação dentro do inconsciente de toda a humanidade. Mas, ela é indispensável para a nossa evolução, e neste momento especial, principalmente.
             
Explicando suscintamente, Deus é A Fonte Inteligente e Autoconsciente Creadora de Tudo. Não um homem velhos de barbas brancas, sentado num trono e comandando tudo. Não
             
A Fonte é “algo” inexplicável e incompreensível em Sua Potencialidade, Vida, Saber e Poder.
            
 Mas, como todos devem saber A Fonte É Una – contém Tudo, ou seja, todas as potencialidades e possibilidades. É A Única Inteligência e A Única Consciência que anima tudo em todo o universo.
             
Cada um de nós, seres inteligentes e autoconscientes somos uma pequena manifestação particularizada, individualizada da própria Fonte. Assim como, também, tudo mais que existe é uma manifesta-ação dA Inteligência Creadora.
            
 Mas, se somos “isso” mesmo, então, por que tanto problema, dor e dificuldade?
             
Eu explico. E agora terei que me alongar um pouco mais.
             
Conforme mencionei, A Fonte É Una, portanto não poderia Ela Mesma unicamente viver todas as experiências possíveis e imagináveis. Então, por uma ação de Sua Vontade e Intenção, resolveu “expandir-se” ou “desdobrar-se”, em infinitas partes Suas.
             
Nas dimensões em que A Fonte É, nada existe. Tudo É A Consciência Creadora, A Essência de Tudo, O Puro Ser. Aquilo Que É, Sempre Foi e Sempre Será. A Inteligência Auconsciente.
            
 Se, somos inteligentes, autoconscientes, dotados de vontade própria, intenção, estamos desenvolvendo o sentido de fraternidade e amor, é porque esses são atributos dA Fonte se manifestando em cada um de nós. E por nenhuma outra razão.

           
Aquilo Que Não Tem Nome, A Deidade Suprema, também são algumas formas de identificação da Fonte de Tudo. Aliás, essa identificação me parece a mais adequada – A Fonte de Tudo.
             
Vamos compreender o processo de desenvolvimento da Vida a partir dA Fonte. Esta é uma descrição bastante simples passada por meus Mestres, incluindo meu amado Mestre Cristo, que viveu entre nós com o nome de Jesus.
             
Mesmo esses Seres muito elevados não sabem o que é A Fonte, objetivamente. Todos fazem uma idealização de Sua Realidade e forma de manifestação. Sabem, com certeza, que Ela É. Sabem que Ela “funciona” de certa forma, mas, não sabem como e nem porque. É um mistério, ainda insondável, para nós todos que habitamos este Universo material. Pois, para nós que vivemos na condição da matéria polarizada, e, portanto, em desequilíbrio, é impossível compreender o Equilíbrio Perfeito.

            Dizem esses Seres o seguinte:
           - tudo É A Fonte;
           - tudo parte da Fonte; , e,
           - nada pode haver fora Da Fonte, pois,
           - A Fonte É o que Tudo É.
           - A Fonte É a Própria Vida Vivente.
           - A Fonte É o que Contêm Tudo e Tudo Emana de Si.
           - É a Inteligência e a Consciência Presente em Tudo.
         - É a Consciência e o Conhecimento Essenciais, sem os quais nada pode Ser ou existir.
         - Tudo (espiritual, invisível, visível, imaginado) é manifestação da Consciência Creadora em busca de cada vez mais Conhecimento.
           - Não é possível ter Consciência sem possuir Conhecimento.
           - Tudo o que vês, tocas, sentes, sabes, é Consciência Creadora feita visível.
           - A Consciência Creadora busca Conhecimento de forma infinita e eterna.
             
Antes do Big Bang, A Consciência Creadora com todos os Seus Aspectos Potenciais se mantêm em Perfeito Equilíbrio e Integralidade. Em Sua Essência vivem as condições necessárias, que permitem a Creação de Tudo que se manifesta no Plano Material e Visível.
             
Na Sua Natureza Essencial, no Plano da Pura Consciência vibram todas as possibilidades do Vir a Ser, latentes desde sempre. Nesta condição não há divisão de forma alguma, não há dualidade, não há polaridade; tudo é Autoconsciência Inteligente em Equilíbrio, Harmonia, Paz e Amor na mais absoluta Integralidade e Unicidade.
             
Este é o Estado Do Ser – A Fonte de Tudo - antes da Creação.
             
Mas, em Si, germina A Grande Intenção de Auto-Expressão. E, esta gerou a Explosão da Consciência do Todo, dando origem a alguns Aspectos Seus, como Atributos Conscientes da Inteligência Creadora, em Perfeito Equilíbrio. Expressando-se de forma que poderíamos assemelhar aos aspectos humanos de Pai/Mãe, Cósmicos. O Pai Consciência, é a Inteligência Primordial; A Mãe Consciência, é o Amor Primordial. O Pai tem como Impulso de Atividade, a Vontade; A Mãe tem como Impulso de Atividade, o Propósito; juntos passam a alimentar a sobrevivência.
             
Com estes Atributos, A Fonte emana de Si Extensões Autoconscientes; uma espécie de Ministério Supremo que pode desempenhar diversos papéis ao mesmo tempo, cada qual sabendo exatamente o que A Própria Fonte pensa, sente e deseja. Esse Ministério é A Própria Fonte subdividida em partes fundamentais de Si Mesma, que constituem a Hierarquia Primária – A Fonte da Creação – A Mente Creadora e Seus Atributos: Consciência, Inteligência, Pensamento, Intenção, Propósito, Vontade, Amor, essenciais para a formação de Tudo o Que Venha a Ser.
             
Como se pode observar, são sete Atributos, e por essa razão, o número 7 é considerado o “Número da Espiritualidade”.



É aqui, exatamente neste ponto, onde podemos “localizar” os chamados “Orixás”. Como tudo neste Universo é a Manifestação Inteligente da Fonte de Tudo, podemos entender os Orixás como sendo uma das formas, através da qual, uma parcela considerável da humanidade pode apreender sobre a Creação, ou seja, pode se identificar com Aspectos da Fonte, mesmo sendo através das formas de comportamento perfeitamente humano.

Pode parecer, em princípio, que se trata de sete personagens em separado, como compreendemos materialmente – como sete pessoas separadas. Mas, não é isso que ocorre. Esses sete Atributos da Fonte são as Suas Características Essenciais, e, são as mesmas que podemos perceber em todo Ser pensante.


Então, os Orixás são uma forma de entendimento sobre a Creação, dirigida a uma determinada parcela da humanidade, que assim, de alguma forma, pode compreendê-La. E, portanto, Orixás não são seres humanos que viveram no passado, nem tampouco, entidades espirituais aperfeiçoadas, mas, sim, e somente, Aspectos Vibratórios da Inteligência Creadora agindo na formação e desenvolvimento da consciência humana para compreender a si mesma.
             
A partir desta instância da Fonte, é que começam as Manifestações Inteligentes e Conscientes, como Agentes e Administradores das mais diversas experimentações de todas as possibilidades do Eterno Vir a Ser. A Fonte da Creação com todos os Seus Atributos e Potencialidades se desdobra na infinitude de parcelas Suas, individualizadas, que podemos considerar As Consciências Exploradoras – os Espíritos – ou, Parcelas Mentais da Fonte.
            
Mas, toda esta estrutura primordial é imaterial. É sempre uma vibração autoconsciente. Um Princípio que em si não existe – É.
             
Mas, para existir, A Consciência Primordial teve que Se separar de Si Mesma – e isto gerou a perda do Equilíbrio Perfeito.
             
A vibração do Pai Consciência Inteligente torna-se então, Energia Creativa expressa em Eletricidade. A vibração da Mãe Consciência Amorosa torna-se Energia Creativa expressa em Magnetismo. Isto é o mesmo que dizer: Inteligência = Eletricidade, e, Amor = Magnetismo. Portanto, a Energia Creativa Pai/Mãe é Inteligência/Amor expressa em Eletromagnetismo – a característica fundamental de tudo que se expressa no Universo.
             
O Conhecimento Essencial Do Ser em Seu Impulso Inteligente da Vontade, unido ao Impulso Amoroso do Propósito – se converteu na Consciência do ‘Eu’ individualizado, que é a Sua forma de expressão na dimensão da matéria. Tornaram-se a Inteligência da Matéria presente em tudo, desde cada partícula elementar. Assim surgiram os átomos. E, é por essa razão que cada átomo, cada uma das suas partes é Inteligente.         
             
A Fonte, literalmente, explodiu, ou seja, um ponto de energia altamente condensada, na forma como a Ciência denomina o Big Bang, e se subdividiu numa quantidade infinita de partes de Si Mesma para Se experimentar material, física e visivelmente. Ela passou a Se Ver e Sentir-Se através de cada partícula, de forma individualizada e carregadas com A Sua Inteligência.
          
E, Esse Princípio, assim como A Própria Fonte, só pode ser percebido porque nós existimos como Consciências Observadoras de Tudo.
Sendo cada um de nós, Seres Conscientes - uma extenção da Consciência Primeira – podemos nos autoperceber, como Manifesta-Ação Daquilo Que É. Nossa Consciência só é possível porque Somos Uma Extensão da Consciência Primeira.
             
Então, todos podem perguntar: - se tudo isso que foi exposto é assim, por que tanto problema, dificuldade, dor, sofrimento, doenças, etc.?
             
Conforme a explicação dos Mestres, esta é uma condição inerente a matéria. Enquanto tudo está no nível da Pura Consciência, até a condição de Espírito, ou Extensões da Consciência da Fonte, ainda que Individualizada, nenhum problema existe. Nada de dor, sofrimento, dificuldade, barreira, etc., pois A Fonte é Equilíbrio e Harmonia, Inteligência e Amor Absoluto, assim como, também, as expressões de Pura Consciência. A Fonte Pai-Mãe é Intenção Pura, Desejo Puro, Vontade Pura. Nela não há divisão, dúvidas, conflitos e nenhum outro aspecto ou condição inerentes às Suas formas existenciais, materialmente falando.

Mas, A Fonte da Creação não poderia experimentar, Ela Mesma em Si, Unicamente, todas as possibilidades de Ser existencial e materialmente visíveis. No início essas experiências se dão em formas não corporais ou físicas, mas, somente etéreas, sutis – no Plano Espiritual. Formas de expressão individualizadas, puramente mentais e conhecedoras de Tudo. Tudo é harmônico, equilibrado e perfeito. A Consciência É Una. Todos sabem Tudo, conhecem Tudo. Não há discordância de nada sobre nada. São A Própria Fonte em Movimento através das Suas Formas Espirituais.

No entanto, chega um momento em que essa condição não basta. É preciso conhecer mais.
A palavra espírito significa sopro ou hálito – na verdade, é a própria Expressão da Vontade da Fonte – o que foi entendido como, O Verbo.
             
Em seguida, “O Verbo Se Fez Carne”; a maioria das pessoas já ouviu esta frase. Essa expressão traduz A Intenção da Fonte, em vivenciar todas as experiências possíveis, através dos Espíritos, envolvidos por uma condição material e física. E, para permitir essa condição é necessário construir uma estrutura energética que lhe dê suporte.

Então, cada Parcela Espírito emana de Si uma parte Auto Consciente para fazer isso – assim, nascem as Almas. Uma extensão da Mente Espiritual.
             
Tem início um Projeto mais ambicioso. Uma experiência em que o Espírito projeta uma parte de Sua Consciência para formar um novo Ser, de forma independente. Nessa etapa a Alma tinha liberdade para fazer tudo que quisesse, mas, conhecia toda a sua natureza e origem. Tudo correu bem, já que no íntimo, cada manifestação espiritual, sabia ser uma extenção da Fonte.
           
Num segundo momento, a experiência tornou-se um pouco mais complicada. As Almas não tinham recordação da sua natureza e origem, mas tinham um plano muito bem detalhado para seguir. Ainda, desta vez tudo correu dentro do esperado.
            
 No entanto, O Eterno Vir A Ser É A Própria Natureza da Fonte. Nada está pronto e acabado, e, provavelmente nunca estará. Sempre haverá um novo desafio, uma nova possibilidade.
           
Nasce, assim, A Grande Aventura do Espírito. A mais audaciosa experimentação que poderia ser concebida pelas Consciências mais Puras e carregadas de um conhecimento imenso sobre Si Mesmas, a ponto de se arriscarem numa experiência extremamente perigosa. O Projeto Existencial Físico.
             
Revestir o Espírito com uma roupa de carne. Tornar o Espírito totalmente disfarçado dentro de um suporte que lhe permitisse movimentar-se fisicamente em ambientes diversos. E, sabendo de todas as dificuldades que isso acarretaria.
             
O desafio maior veio então - a perda total de todo o conhecimento de sua natureza e origem, e, com liberdade total para ser e agir.
             
Nós, que aqui estamos, somos esses audaciosos Espíritos que resolveram se lançar de olhos vendados no abismo sem fim da vida encarnatória.
             
Uma verdadeira loucura.
             
Mas, assim É A Fonte. Disposta a conhecer, através das infinitas partes de Si, todas as possibilidades de Ser. E, sabendo que não tem nada a perder. Não há nada a temer, afinal, tudo é a Própria Fonte Se experimentando.


ESPÍRITO E ALMA

Qual a Diferença?

Seguindo as explicações dos Mestres, o Espírito é o nosso Deus Creador, o nosso Eu Sou. Uma Manifesta-Ação da Fonte Que Tudo É, através da Fonte da Creação. Já a Alma é uma extensão da Inteligência e da Consciência do Espírito.
Livro dos Espíritos – 134: - a Alma é o Espírito encarnado.
A Alma é o conjunto de todos os níveis energéticos que constituem o Ser. É o “Eu” que identifica cada um de nós; a Consciência que nos faz perceber tudo e que evolui através das experiências.
O Espírito não pode viver experiências materiais, pois Ele É uma Consciência Inteligente Pura, essencialmente imaterial, de altíssima vibração.
Para que a experimentação materialmente física fosse possível, cada Espírito constrói uma estrutura energética que se adensa quanto mais se aproxima da fisicalidade.
Na condição material física tudo é composto por partículas elementares que formam os átomos, que formam tudo mais. Como, cada partícula é inteligente, elas obedecem a determinação do Espírito para se unirem de determinada maneira.
Sempre que o Espírito emana sua intenção em viver esta experiência tudo passa a ser material, desde os níveis mais elevados até os mais inferiores. Mesmo que o Nível Espiritual, o mais elevado, onde reside toda a Intenção e Vontade Espiritual que alimenta esta Aventura, sua estrutura é um tipo de matéria, por mais sutil que seja, ainda é um tipo de matéria.
Assim, a Alma é um conjunto de estágios onde as partículas vão se aglomerando cada vez mais, quanto mais se aproximam do corpo físico.
Em cada um desses estágios, níveis, planos ou corpos reside um potencial espiritual característico que permite a integração e interrelação com todos os demais, embora, conscientemente, não sejam percebidos.
Jamais poderia ser de outra forma, pois, senão, a condição básica para formação deste conjunto não poderia ser mantida. Da mesma forma que, a evolução do Ser não teria meios para se expressar.
Os diversos níveis, planos, estágios ou corpos guardam informações preciosas, sem as quais não seria possível à própria evolução. Essas informações formam o conteúdo de todas as vivências, e, muitas delas são exatamente os obstáculos, as dificuldades, os conflitos que construimos, por ignorância, e que ainda não resolvemos. São o que chamamos de carma.
A Alma humana é envolvida por um campo de informação chamado Campo Mórfico. Este campo é o ambiente onde todas as informações são trocadas entre todos os seres da espécie, e, é o que permite a interação e interferência de uns para com os outros. Mesmo sem saber, nossos pensamentos e sentimentos interferem e interagem com os demais integrantes do sistema, seja uma planta, um animal e outros seres conscientes, encarnados ou não.
            Como tudo no Universo é formado por partículas elementares e estas são um ponto de informação inteligente, essa informação é trocada entre todas as partes. Seja qual for a informação que alguém esteja emitindo, alguém estará captando. Veja, então o perigo que corremos quando manifestamos pensamentos negativos de qualquer espécie, pois estes estão sendo captados por outras Consciências iguais, no mundo astral, que podem se beneficiar com elas e criar interferência sobre o emissor.



[1] Matéria é tudo que possui algum tipo de substância. Físico é uma quantidade de matéria altamente condensada.

Conheça nosso novo site: Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br

2012


            Muito se tem falado sobre esse, aparentemente fatídico, 2012.
            Fala-se das grandes mudanças que ocorrerão, e que já vêm ocorrendo, há algum tempo.
            Na verdade, essas mudanças já estão ocorrendo desde quando começamos a nossa jornada evolutiva neste planeta Terra.
            Ninguém sabe de onde viemos, antes de começarmos aqui. Especula-se muitas ideias, porém, nenhuma delas pode ser comprovada, infelizmente, talvez.
            A verdade é que estamos neste planeta, como espécie homo sapiens sapiens, há aproximadamente 250.000 anos.
            A antropologia diz que não sabe como surgimos, pois somos uma espécie que “surgiu” como num passe de mágica, de repente, enquanto os ocupantes do planeta anteriormente fossem os neandertais, que, com o passar dos séculos foram totalmente substituídos, por nós.
            No processo da evolução quando uma nova espécie surge, a anterior é totalmente substituída pela nova. Assim, a teoria de que somos uma mutação dos cimpanzés ou dos bonobos, é incoerente, pois, se assim fosse, essas espécies símias já não poderiam existir mais a muitos milhares de anos, é lógico e científico.
            Portanto, viemos de algum outro lugar, transferidos para cá, por algum motivo. Talvez, eu disse talvez, até seja por motivos corretivos, e, se assim for, ainda temos que nos corrigir de muita coisa, embora já estejamos muito melhores do que há 2.000 anos atrás.
            2012, já está ocorrendo há 250.000 anos, ou seja, o processo evolutivo e transformador já está ocorrendo desde quando começamos a existir.
            O que é necessário e urgente é que todos percebam que estão vivendo esta ilusão física, somente por uma razão: descobrir sua verdadeira identidade cósmica – sua essência divina.

Conheça nosso novo site: Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br

O DNA humano é uma Internet BIOLÓGICA




O DNA humano é uma Internet BIOLÓGICA e superior em muitos aspectos a uma rede artificial. A mais recente pesquisa científica russa, direta ou indiretamente, explica fenômenos como a clarividência, a intuição espontânea e atos remotos de cura, auto-cura, as técnicas de afirmação vocal (decretos), a luz incomum / aura em torno de pessoas, influência da mente/pensamentos sobre padrões climáticos, e muito mais.

Além disso, há evidências de um novo tipo de medicina nas quais o DNA pode ser influenciado e reprogramado por palavras e freqüências/som (O Verbo) SEM remover e substituir um único gene, ou sem a prática da medicina invasiva convencional.

Apenas 10% do nosso DNA está sendo usado para construir proteínas. É este subconjunto do DNA que é do interesse dos pesquisadores ocidentais e está sendo examinado e categorizado. Os outros 90% são considerados "DNA lixo". Os investigadores russos, no entanto, convencidos de que a natureza não era estúpida (como os cientistas conseguem ser na maioria das vezes), se juntaram a lingüistas e geneticistas em uma aventura para explorar os 90% do assim chamado "DNA lixo". Seus resultados, descobertas e conclusões são simplesmente revolucionários!

Segundo eles, nosso DNA não é apenas responsável pela construção do nosso corpo, mas também serve como armazenamento de dados e de comunicação. Os lingüistas Russos compreenderam que o código genético, especialmente nos 90% aparentemente inúteis, seguem as mesmas regras que todas as nossas linguagens humanas. Para este fim, eles compararam as regras da sintaxe (a forma em que as palavras são unidas para formar frases e sentenças), a semântica (o estudo do significado nas formas de linguagem) e as regras básicas da gramática. Eles descobriram que os alcalinos de nosso DNA seguem uma gramática regular e estabelecem regras como as nossas linguagens. Assim as linguagens humanas não surgiram coincidentemente, são um reflexo (efeito) do nosso DNA inerente. O biofísico russo e biólogo molecular Pjotr Garjajev e seus colegas exploraram também o comportamento vibracional do DNA. [Para efeitos de concisão Vou dar apenas um resumo aqui. Para a exploração, por favor consulte o apêndice no final deste artigo]

O resultado foi: "Cromossomos vivos funcionam como solitônicas / computadores holográficos que usam a irradiação Laser do DNA endógeno". Isso significa que eles conseguiram, por exemplo, modular a freqüência de certos padrões em um raio laser e com isso influenciar a freqüência do DNA e, assim, a própria informação genética. Desde que a estrutura básica dos pares alcalinos do DNA e da linguagem (como explicado anteriormente) são da mesma estrutura, nenhuma decodificação do DNA é necessária.

Pode-se simplesmente usar palavras e sentenças da linguagem humana! Isto, também, foi provado experimentalmente! A Substância viva (DNA no tecido vivo, não in vitro), sempre reagirá aos raios laser modulados na linguagem e até às ondas do rádio, se as freqüências apropriadas estiverem sendo usadas.

Isso explica finalmente e cientificamente por que as afirmações, ORAÇÕES, os decretos, recitação de mantras, o treinamento autógeno, hipnose e similares podem ter efeitos tão fortes nos seres humanos e em seus corpos. É perfeitamente normal e natural para o nosso DNA reagir à linguagem humana (o poder do Verbo). Enquanto os pesquisadores ocidentais cortam genes simples das fibras do DNA e inserem-nos em outra parte, os Russos trabalharam entusiasticamente nos artifícios que podem influenciar o metabolismo celular através das adequadas freqüências moduladas de rádio e luz e assim reparar defeitos genéticos.

Pjotr Garjajev e seu grupo de pesquisa conseguiu provar que com este método cromossomos danificados por raios-x, por exemplo, podem ser reparados. Eles capturaram padrões de informação de um DNA particular e os transmitiram para outro, reprogramando assim as células para outro genoma. Assim eles transformaram com êxito, por exemplo, embriões da rã para embriões de salamandra, simplesmente ao transmitirem os padrões de informação do DNA! Desta forma, toda a informação foi transmitida sem quaisquer dos efeitos secundários ou desarmonias encontrados quando se extrai "cirurgicamente" e se reintroduz genes simples do DNA. Isto representa uma revolução inacreditável e uma transformação mundial e sensacional! Tudo isto pela simples aplicação da vibração e da linguagem em vez do procedimento de corte cirúrgico arcaico!(dissecação) Este experimento demonstra o poder imenso da genética, que obviamente tem uma influência maior na formação dos organismos do que os processos bioquímicos das seqüências alcalinas.

Os professores espirituais conheceram por eras que o nosso corpo e a manutenção de sua saúde é programável pela NOSSA PRÓPRIA linguagem, palavras e pensamentos e a VONTADE. Isto foi agora provado e explicado cientificamente. É claro que a freqüência tem que ser correta. E é por isso que nem todos são igualmente bem-sucedidos ou podem fazê-lo sempre com igual força e resultado. A pessoa individualmente deve trabalhar nos processos internos e na maturidade (isso significa EVOLUÇÃO), a fim de estabelecer uma comunicação consciente com o seu DNA. Os pesquisadores Russos trabalham em um método que não depende destes fatores, mas que SEMPRE funcionará desde que se use a freqüência correta.

Mas quanto mais desenvolvida a consciência de um indivíduo é, menos necessidade há para qualquer tipo de dispositivo! (TECNOLÓGICO) Pode-se conquistar (Criar) estes resultados por si mesmo, e a ciência finalmente parar de rir de tais idéias e confirmará e explicará os resultados. E não termina aí. Os cientistas Russos descobriram também que o nosso DNA pode causar padrões perturbadores no vácuo, produzindo assim buracos de minhoca (Wormholes) magnetizados! Buracos de minhoca são os equivalentes microscópicos das chamadas pontes de Einstein-Rosen na vizinhança dos buracos negros (deixados pelas estrelas que se extingüiram ao explodirem/implodirem).

Estes são conexões com ligações instantâneas entre áreas totalmente diferentes no universo através das quais a informação (e coisas podem ser transportadas) pode ser transmitida fora do espaço e tempo. O DNA atrai estas unidades de informação e transmite-os à nossa consciência.

As Pontes de Einstein-Rosen, permitiria a viagem no tempo, entre universos e dimensões.

Este processo de hipercomunicação é mais eficaz em um estado de relaxamento. Stress, preocupações ou um intelecto hiperativo (mente inferior voltada para FORA, para os fenômenos externos) impede a hipercomunicação bem sucedida ou a informação será totalmente distorcida e inútil (por isso a meditação é fundamental para se acessar outros níveis de consciência/a mente superior INTERNA) Na natureza, a hipercomunicação sempre foi aplicada com sucesso por milhões de anos. O fluxo organizado de vida nos estados de insetos prova isto dramaticamente. O homem moderno conhece isto somente a um nível muito mais sutil como "intuição". Mas nós, também, podemos reconquistar o uso pleno dessa capacidade.

Um exemplo da Natureza: Quando uma formiga rainha está separada espacialmente de sua colônia, a construção ainda continua fervorosamente e de acordo com o plano. Se a rainha for morta, entretanto, todo o trabalho na colônia pára. Nenhuma formiga sabe o que fazer. Aparentemente, a rainha envia os "planos de construção", também de longe através da consciência de grupo de seus assuntos. Ela pode estar tão longe quanto ela quiser, contanto que ela esteja viva.

No homem a hipercomunicação é mais freqüentemente encontrada quando subitamente se ganha acesso à informação que está fora de uma base de conhecimento comum. Tal hipercomunicação é então experienciada como inspiração ou intuição. O compositor italiano Giuseppe Tartini sonhou por exemplo, uma noite que um demônio sentou em sua cama tocando um violino. Na manhã seguinte Tartini foi capaz de anotar a peça exatamente de memória, ele a chamou de Devil's Trill Sonata.

Durante anos, um enfermeiro do sexo masculino sonhava uma situação em que ele estava ligado a uma espécie de CD-ROM do conhecimento. O conhecimento verificável de todos os campos imagináveis foi então transmitido a ele que era capaz de se lembrar pela manhã de todo o conteúdo. Houve um tal fluxo de informação que parecia que toda uma enciclopédia era transmitida à ele durante a noite. A maioria dos fatos eram exteriores ao seu conhecimento básico pessoal e alcançava detalhes técnicos sobre os quais ele não sabia absolutamente nada.

Quando a hipercomunicação ocorre, pode-se observar no DNA, assim como no ser humano, fenômenos especiais. Os cientistas russos irradiaram com luz laser amostras de DNA. Na tela um padrão de onda típica foi formado. Quando eles removeram a amostra de DNA, o padrão de onda não desapareceu, ele permaneceu na amostra. Muitas experiências de controle mostraram que o padrão ainda vinha da amostra removida, cujo campo de energia permaneceu aparentemente por si mesmo. Este efeito é agora chamado efeito fantasma DNA.

Supõe-se que a energia de fora do espaço e do tempo ainda flui através dos buracos ativados depois que o DNA foi removido. O efeito secundário encontrado muito freqüentemente na hipercomunicação também nos seres humanos são campos eletromagnéticos inexplicáveis na adjacência das pessoas interessadas. Os aparelhos eletrônicos como CD players e similares podem ser estimulados e parar de funcionar por horas. Quando o campo eletromagnético se dissipa vagarosamente, os aparelhos funcionam normalmente de novo. Muitos curadores e sensitivos conhecem este efeito de seu trabalho. Quanto melhor a atmosfera e a energia, o mais frustrante é que o dispositivo de gravação pára de funcionar e gravar exatamente neste momento, mas na manhã seguinte tudo volta ao normal.

Talvez isto seja tranqüilizador para muitos que nos lêem, porque não tem nada a ver com eles, sendo tecnicamente absurdo, isso significa que eles são bons em hipercomunicação. Em seu livro "Vernetzte Intelligenz" (Rede de Inteligência), Grazyna Gosar e Franz Bludorf explicam estas conexões precisa e claramente. Os autores também citam fontes presumindo que a humanidade em tempos anteriores tenha sido, exatamente como os animais, muito fortemente ligada à consciência de grupo, agindo como um grupo. Para desenvolver a individualidade e a experiência de separação que nós seres humanos atuais chegamos, porém, nós tivemos que esquecer a hipercomunicação quase que completamente. Agora que estamos absolutamente estáveis em nossa consciência individual, podemos criar uma nova forma de consciência de grupo, ou seja, uma, na qual chegamos a acessar toda a informação através do nosso DNA sem sermos forçados ou remotamente controlados sobre o que fazer com essa informação.

Nós agora sabemos que, assim como na internet o nosso DNA pode alimentar seus dados apropriados para a rede, pode chamar os dados da rede e podemos estabelecer contato com outros participantes da rede. A cura à distância, telepatia ou "sensibilidade à distância" sobre o estado de parentes, etc., pode ser explicado. Alguns animais sabem também à distância quando os seus donos planejam voltar para casa. Isso pode ser interpretado recentemente e explicado por meio de conceitos da consciência de grupo e hipercomunicação. Nenhuma consciência coletiva pode ser sensivelmente usada em qualquer período de tempo sem uma individualidade distinta. Caso contrário, teríamos que reverter para um instinto de grupo primitivo que é facilmente manipulado.

A Hipercomunicação nesse novo milênio significa algo muito diferente: Os pesquisadores acreditam que se os humanos com plena individualidade recuperarem a consciência de grupo, eles teriam um poder de serem co-criadores de Deus na Terra, que gosta de criar, alterar e moldar as coisas no nosso planeta (sempre para melhor e visando o bem estar comum)! E uma parte da humanidade (a que esta evoluindo) está se movendo coletivamente em direção a uma consciência de grupo de novo tipo.

Cinquenta por cento das crianças de hoje serão crianças problema assim que forem à escola. O sistema trata a todos global e uniformemente e exige um ajuste. Mas a individualidade das crianças de hoje é tão forte que eles se recusam a este ajuste e desistem de suas idiossincrasias dos modos mais diversos. Ao mesmo tempo, mais e mais crianças clarividentes nascem [veja o livro "China's Indigo Children" por Paul Dong ou o capítulo sobre os Índigos em meu livro "Nutze die taeglichen Wunder" (fazer uso das maravilhas diárias)]. Algo nestas crianças está se esforçando mais e mais para a consciência de grupo de novo tipo, e ela deixará de ser reprimida.

Como regra, o clima, por exemplo, é mais difícil de se deixar influenciar por um único indivíduo. Mas pode ser influenciado por uma consciência de grupo (nada de novo para algumas tribos que fazem isto em suas danças da chuva). O clima é fortemente influenciado pelas frequências da ressonância da Terra, a assim chamada frequência Schumann. Mas estas mesmas frequências são também produzidas em nossos cérebros, e quando muitas pessoas sintonizam o seu pensamento (e a VONTADE) ou indivíduos (os mestres espirituais, por exemplo), focalizam os seus pensamentos como a luz em um laser, então, cientificamente falando, não é de todo surpreendente se, portanto, pudermos influenciar o clima.

Os pesquisadores da consciência de grupo formularam a teoria do Tipo das civilizações. Uma humanidade que desenvolveu uma consciência de grupo de novo tipo não teria nem problemas ambientais nem carência de energia. Pois se fosse para usar seu poder mental como uma civilização unida, teria o controle das energias de seu planeta natal como uma consequência natural. E isso inclui todas as catástrofes naturais! Uma civilização teórica Tipo II seria mesmo capaz de controlar todas as energias de sua galáxia natal. (n.t. Este é o futuro da nova civilização que já ESTA SENDO CRIADA NA TERRA).

1] Quando um grande número de pessoas se reúne muito intimamente, os potenciais de violência também se dissolvem. É como se aqui, também, um tipo de consciência humanitária de toda a humanidade fosse criada.
Na Parada do Amor, por exemplo, onde todos os anos cerca de um milhão de jovens se reúnem, nunca houve quaisquer tumultos brutais como quando eles ocorrem, por exemplo, em eventos esportivos. O nome do evento em si não é visto como a causa aqui. O resultado de uma análise indicou que o número de pessoas reunidas em nome do amor era MUITO GRANDE para permitir uma inclinação para a violência.

Para voltar ao DNA: Aparentemente ele é também um supercondutor que pode funcionar na temperatura normal do corpo. Os supercondutores artificiais requerem temperaturas extremamente baixas, entre -140°C e -200°C para funcionar. Como se soube recentemente, todos os supercondutores são capazes de armazenar informações de luz assim. Esta é uma explicação de como o DNA pode armazenar informações. Há um outro fenômeno ligado ao DNA e aos buracos de minhoca (Wormholes). Normalmente, esses buracos negros super pequenos são altamente instáveis e são mantidos somente por frações mínimas de segundo. Sob certas condições (leia sobre isso no livro Fosar / Bludorf citado acima) wormholes estáveis podem se organizar, os quais formam então domínios distintos do vácuo, em que, por exemplo, a gravidade pode se transformar em eletricidade.

Os domínios do vácuo são bolas auto-radiantes de gás ionizado que contêm quantidades consideráveis de energia. Há regiões na Rússia onde tais bolas brilhantes aparecem muito frequentemente. Seguindo a confusão resultante, os russos iniciaram programas de investigação maciça que conduziram finalmente a algumas das descobertas mencionadas acima. Muitas pessoas conhecem os domínios do vácuo, como estrelas brilhantes no céu. Com o olhar atento nelas eles imaginam e se perguntam o que elas poderiam ser. Eu pensei uma vez: "Olá, lá em cima. Se acontecer de ser um OVNI, voem em um triângulo. "E de repente, as bolas de luz se moveram em um triângulo. Ou elas se atiraram no céu como discos de hóquei no gelo. Eles aceleraram de zero a velocidades loucas enquanto deslizam suavemente pelo céu. Isto foi feito simploriamente e eu, como muitos outros, também, pensamos neles como discos voadores. Amistosos, aparentemente, já que eles voaram em triângulos apenas para me agradar. Agora os Russos acharam nessas regiões, onde os domínios do vácuo aparecem frequentemente que algumas vezes voam como bolas de luz do chão para o céu, que estas bolas podem ser guiadas por pensamentos. Descobriu-se que os domínios do vácuo emitem ondas de baixa frequência e de como elas são também produzidas em nossos cérebros.

E devido a esta similaridade de ondas, eles são capazes de reagir aos nossos pensamentos. Entrar ansiosamente em uma dessas bolas de energia que está no nível do solo poderia não ser uma grande idéia, porque estas bolas de luz podem conter energias imensas e serem capazes de produzir mutações em nossos genes. Para muitos professores espirituais que produzem também tais bolas visíveis ou colunas de luz em meditação profunda ou durante o trabalho com energias que provocam sentimentos decididamente agradáveis e não causam nenhum dano.

Aparentemente, isto também é dependente de uma ordem interna e sobre a qualidade e procedência do domínio do vácuo. Há alguns professores espirituais (o jovem inglês Ananda, por exemplo), com quem nada é visto primeiro, mas quando se tenta tirar uma fotografia enquanto ele se senta, fala ou medita na hipercomunicação, obtém-se apenas uma imagem de uma nuvem branca sobre a cadeira em que ele esta sentado.

Em alguns projetos de cura na Terra, tais efeitos de luz aparecem também nas fotografias. Basta colocar, estes fenômenos que têm a ver com anti-gravidade, que as forças da gravidade também são exatamente descritas no livro, e com cada vez mais hipercomunicação mais estável e, portanto, com as energias fora de nossa estrutura de tempo e espaço.

As gerações de tempos anteriores que entraram em contato com tais experiências de hipercomunicação e domínios visíveis do vácuo estavam convencidas de que um anjo tinha aparecido diante delas. E nós não podemos estar muito certo das formas de consciência a que podemos ter acesso ao se usar a hipercomunicação. Não ter provas científicas da sua existência real (pessoas que têm tido tais experiências, NÃO são todas que sofrem de alucinações), não significa que não há base metafísica para isto. Nós temos simplesmente dado outro passo gigantesco em direção à compreensão de nossa realidade paralela.

A ciência oficial também conhece as anomalias da gravidade na Terra (que contribuem para a formação dos domínios do vácuo), mas somente aqueles abaixo de um por cento. Mas recentemente as anomalias da gravidade foram encontradas entre três e quatro por cento. Um destes lugares é Rocca di Papa, no sul de Roma (local indicado no livro Vernetzte Intelligenz junto com vários outros). Objetos redondos de todos os tipos, desde bolas até ônibus lotados rolam em direção ladeira ACIMA contra todas as leis da física e gravidade. Mas o trecho em Rocca di Papa é bastante curto, e os céticos continuam desafiando a lógica de fugir para a teoria da ilusão de ótica (o que não pode ser devido a várias características do local)


Conheça nosso novo site:
Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br

ESCÂNDALO NESTLÉ



 
(Na Hungria havia uma fábrica de chocolates, que vendia para o mercado interno e exportava para os países vizinhos e todo o Leste Europeu. A Nestlé comprou a fábrica, botou todos os funcionários no olho da rua, demoliu as instalações e saiu do país. A Nestlé não quer concorrência. Se houver...)

Nestlé mata Água Mineral São Lourenço

(As águas turvas da Nestlé)

Há alguns anos a Nestlé vem utilizando os poços de água mineral de São Lourenço para fabricar a água marca PureLife.
Diversas organizações da cidade vêm combatendo a prática, por muitas razões.
As águas minerais, de propriedades medicinais e baixo custo, eram um eficiente e barato tratamento médico para diversas doenças, que entrou em desuso, a partir dos anos 50, pela maciça campanha dos laboratórios farmacêuticos para vender suas fórmulas químicas através dos médicos. Mas o poder dessas águas permanece. Médicos da região, por exemplo, curam a anemia das crianças de baixa renda apenas com água ferruginosa.
Para fabricar a PureLife, a Nestlé, sem estudos sérios de riscos à saúde, desmineraliza a água e acrescenta sais minerais de sua patente. A desmineralização de água é proibida pela Constituição.
Cientistas europeus afirmam que nesse processo a Nestlé desestabiliza a água e acrescenta sais minerais para fechar a reação. Em outras palavras, a PureLife é uma água química. A Nestlé está faturando em cima de um bem comum, a água, além de o estar esgotando, por não obedecer às normas de restrição de impacto ambiental, expondo a saúde da população a riscos desconhecidos. O ritmo de bombeamento da Nestlé está acima do permitido.
Troca de dutos na presença de fiscais é rotina. O terreno do Parque das Águas de São Lourenço está afundando devido ao comprometimento dos lençóis subterrâneos. A extração em níveis além do aceito está comprometendo os poços minerais, cujas águas têm um lento processo de formação. Dois poços já secaram. Toda a região do sul de Minas está sendo afetada, inclusive estâncias minerais de outras localidades.
Durante anos a Nestlé vinha operando, sem licença estadual. E finalmente obteve essa licença no início de 2004.
Um dos brasileiros atuantes no movimento de defesa das águas de São Lourenço, Franklin Frederick, após anos de tentativas frustradas junto ao governo e à imprensa para combater o problema, conseguiu apoio, na Suíça, para interpelar a empresa criminosa. A Igreja Reformista, a Igreja Católica, Grupos Socialistas e a ONG verde ATTAC uniram esforços contra a Nestlé, que já havia tentado a mesma prática na Suíça.
Em janeiro deste ano, graças ao apoio desses grupos, Franklin conseguiu interpelar pessoalmente, e em público, o presidente mundial do Grupo Nestlé. Este, irritado, respondeu que mandaria fechar imediatamente a fábrica da Nestlé em São Lourenço. No dia seguinte, no entanto, o governo de Minas (PSDB), baixou portaria regulamentando a atividade da Nestlé. Ao invés de aplicar multas, deu-lhe uma autorização, mesmo ferindo a legislação federal. Sem aproveitar o apoio internacional para o caso, apoiou uma corporação privada de histórico duvidoso.
Se a grande imprensa brasileira, misteriosa e sistematicamente vem ignorando o caso, o mesmo não ocorre na Europa, onde o assunto foi publicado em jornais de vários países, além de duas matérias de meia hora na televisão. Em uma dessas matérias, o vereador Cássio Mendes, do PT de São Lourenço, envolvido na batalha contra a criminosa Nestlé, reclama que sofreu pressões do Governo Federal (PT), para calar a boca. Teria sido avisado de que o pessoal da Nestlé apóia o Programa Fome Zero e não está gostando do barulho em São Lourenço.
Diga-se também que a relação espúria da Nestlé com o Fome Zero é outro caso sinistro. A empresa, como estratégia de marketing, incentiva os consumidores a comprar seus produtos, alegando que reverte lucros para o Fome Zero. E qual é a real participação da Nestlé no programa? A contratação de agentes e, parece, também fornecendo o treinamento.
Sim, é a mesma famosa Nestlé, que tem sido há décadas alvo internacional de denúncias de propaganda mentirosa, enganando mães pobres e educadores, para substituir leite materno por produtos Nestlé, em um dos maiores crimes contra a humanidade.
A vendedora de leites e papinhas "substitutos" estaria envolvida com o treinamento dos agentes brasileiros do Fome Zero, recolhendo informações e gerando lucros e publicidade nas duas pontas do programa: compradores desejosos de colaborar e famintos carentes de comida e informação. Mais preocupante: o Governo Federal anuncia que irá alterar a legislação, permitindo a desmineralização "parcial" das águas. O que é isso? Como será regulamentado?
Se a Nestlé vinha bombeando água além do permitido e a fiscalização nada fez, como irão fiscalizar agora a tal desmineralização "parcial"? Além do que, "parcial" ou "integral", a desmineralização é combatida por cientistas e pesquisadores de todo o mundo. E por que alterar a legislação em um item que apenas interessa à Nestlé? O que nós, cidadãos, ganhamos com isso?
É simples. Sabemos que outras empresas, como a Coca-Cola, estão no mesmo caminho da Nestlé, adquirindo terrenos em importantes áreas de fontes de água. É para essas empresas que o governo governa? Uma vergonha !!!
Colabore. Transmita estas informações para outras pessoas e não consuma o que prejudica a saúde.

Conheça nosso novo site: Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br

NOVAS DESCOBERTAS SOBRE O DNA HUMANO


Cientistas que estão trabalhando do projeto Human Genome (Projeto Genoma) ficaram perplexos diante de uma descoberta: eles acreditam que 97% das chamadas “sequências não-codificadas” do DNA humano correspondem a uma porção de herança genética proveniente de formas de vida extraterrestre! Essas sequências não-codificadas são comuns a todos os organismos vivos da Terra, do mofo, aos peixes e aos homens.

No DNA humano, as sequências constituem grande parte do total do genoma, informa o professorChang, líder da equipe. Chamadas “junk DNA” (DNA-lixo - porque, a princípio, pareciam não servir para nada), as seqüências foram descobertas há anos atrás e sua função permanece um
mistério.

Programadores cósmicos

As sequências foram analisadas por programadores de computador, matemáticos e outros estudiosos. Com os resultados o profº Chang concluiu que o “DNA-lixo” foi criado por algum tipo de programador
alienígena.
Essa parcela de código genético é determinante de atributos, muitas vezes indesejados, como a imunidade de um organismo às drogas anti-cancer.

Os cientistas estão admitindo a hipótese de que uma grandiosa forma de vida alienígena está envolvida na criação de novas formas de vida em vários planetas - a Terra é apenas um deles.

Não se sabe com que propósito tal experiência foi (ou está sendo feita): se é apenas um projeto científico já concluído, em acompanhamento, uma preparação dos planetas para uma colonização, ou,
ainda, um compromisso de espalhar a vida por todo o universo.

Segundo um raciocínio com base em padrões humanos, os programadores extraterrestres, provavelmente, trabalham em muitos projetos voltados para a produção de diferentes estruturas biológicas em vários planetas. Devem estar tentando soluções para inúmeros problemas.

Origens além da Terra

O professor Chang é apenas um dos muitos cientistas que acreditam ter descoberto as origens extraterrestres da Humanidade. Chang explica que o DNA é um programa que consiste em duas “versões” (ou de dois conjuntos de informações): um código master e um código básico. O código master possivelmente não tem origem terrena.

Os genes conhecidos, por si mesmos, não explicam completamente a evolução. Mais cedo ou mais tarde, a humanidade deverá ser informada de que toda a vida na Terra tem um código genético herdado (ou “plantado” por ) de seus “primos” extraterrestres e que a evolução não ocorreu do
jeito que se acreditava até então.
Além do material genético, é também possível que os extraterrestres estejam aqui mesmo, acompanhando de perto o desenvolvimento da raça humana e disseminando mais intensamente suas “sementes estelares” (star-seeds).

Povo das Estrelas

Estes seres, “infiltrados”, que estão sendo chamados de star-people ou star-children, são descritos pelos escritores Brad e Francie Steiger como indivíduos cujas almas deveriam ou poderiam estar encarnadas em mundos de outros sistemas solares, mas que vieram à Terra, nascendo em famílias humanas, para empregar seus esforços em auxiliar no processo de evolução da Humanidade.

Pessoas que alegam ter contactado estes seres, consideram-nos benevolentes ou “do bem”.

Entre os “contactados” alguns são conhecidos nos meios científicos:
George Adamski, Orfeo Angeluci, George Van Tassel, Howard Menger, Paul
Villa, Billy Meier, Alex Collier. Freqüentemente, os encontros entre humanos e “infiltrados” são comprovados por evidências físicas, como fotografias e filmes, além dos testemunhos. ''Ordem Universal dos Seres Estelares ''

Conheça nosso novo site:
Vida Sem Segredos - www.vidasemsegredos.com.br