Chlorella - Despertador da Pineal



Chlorella p. é diferente e superior a muitas vitaminas comerciais; é um alimento completo, contendo um poderoso concentrado natural de nutrientes. Os nutrientes contidos em Chlorella p. incluem proteínas, minerais, aminoácidos, enzimas polissacarídeos, fibras, vitaminas e clorofila.

A clorofila e seus derivados estimulam a formação de glóbulos vermelhos, afetam a nutrição e influenciam o metabolismo e a respiração.

As vitaminas são cobertas por aminoácidos e, conseguinte, o corpo as assimila mais rapidamente.

Possui 18 aminoácidos, incluindo os oito aminoácidos essenciais.

Dentre as enzimas, existem importantes enzimas digestivas, frequentemente utilizadas em tratamentos de câncer.

Alguns dos polissacarídeos são: galactose, xilose, ramnose e arabinose, que foram descobertos como cruciais para melhorar o sistema imunológico, a capacidade das células de se comunicarem e na identificação de corpos estranhos pelos linfócitos.

O índice de DNA é de 3 % de seu volume total e o índice de RNA varia de 0.2 a 0.3 %.

É rica em ácidos nucleicos - bons para o crescimento e antienvelhecimento (estudos concluíram originalmente que as sardinhas tinham a maior concentração de ácidos nucleicos, mas a Chlorella p. possui dez vezes mais ácidos nucleicos que a sardinha).

A Chlorella p. tem dez vezes mais beta-caroteno que as cenouras e é rica em vitaminas do complexo B, mas, particularmente, rica em vitamina B-12 e por isso, é excelente para vegetarianos.

Para além de seu benefício como alimento, existem numerosos estudos, a maioria por parte do Japão (e.g. Sarkar 1994 ou Hayatsu 1993 ou Konishi 1990), que demonstram ser a Chlorella p. um forte impulsionador do sistema imune. Sem quaisquer surpresas vários estudos mostram que ela combate a várias infecções (e.g. Konishi).

Também, mostrou-se na pesquisa japonesa, que essa alga promove o crescimento nas crianças e fortalece seus tecidos por conter o Fator Chlorella de Crescimento (FCC).

Desde que é conhecido que a Chorella p. incrementa o conteúdo das células brancas do corpo, ela pode revelar-se como uma ajuda durante e após a quimioterapia.

A Chlorella p., particularmente, aumenta a produção de macrófagos e de linfócitos T.

Depois de uma pesquisa feita por Waladkhani e Clemens em 1990 (sobre os efeitos de fitoquímicos dietéticos no desenvolvimento do câncer) tem aumentado o interesse nos benefícios da clorofila em geral no processo de combate ao câncer de colo e de mama. A Chlorella p. é particularmente um bom agente desintoxicante; pode ajudar na desintoxicação de metais pesados, como por exemplo, o mercúrio e na desintoxicação de pesticidas.

Esta primeira forma de existência na Terra também ajudou em seu balanceamento ácido/alcalino.

Finalmente, existe alguma indicação que ela aumenta a multiplicação de lactobacilos, ajudando na digestão e é utilizada como agente oxigenante do sangue, onde tem possibilidades interessantes contra células cancerígenas, que normalmente expandem-se a menos que exista um bom oxigenamento.

Por ter tantas propriedades importantes, não é de se admirar seu uso como suplemento alimentar pelos astronautas da NASA em suas viagens espaciais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito grato pela sua presença e participação.